O que é preço médio de um ativo?

Quando o investidor decide acompanhar seus investimentos, ele pode fazer isso de duas maneiras diferentes: acompanhar seus investimentos de forma separada (individual) ou acompanhar a performance de cada papel através do preço médio.

 

É inegável que esse segundo método facilita muito a vida dos investidores e é bem comum eles aportarem mais de uma vez em um mesmo ativo. Imagina que loucura seria a vida deles se tivessem que acompanhar cada aporte desse de forma separada?

 

Arrumando uma definição, preço médio nada mais é do que a média ponderada dos valores de um papel que recebeu mais de um aporte ao longo do tempo. Se liga nesse exemplo:

 

Um investidor comprou 10 papéis de BOVA11 a R$80,00 cada. Um dia depois, comprou mais 10 papéis do mesmo ativo, agora a R$83,00 Através do cálculo do preço médio, esses dois aportes separados equivalem a um aporte de 20 papéis custando R$81,50.

 

No terceiro dia, esse investidor resolve comprar mais 10 papéis de BOVA11, custando R$88,00. Seu preço médio final será de R$83,67, ou seja, seus investimentos serão equivalentes a um aporte único em BOVA11 custando R$83,66.

 

Caso o investidor decida vender seu papel, o preço médio de seu ativo não irá se alterar. A venda não impacta no preço médio, ele só será impactado se for realizada uma compra em seguida. Assim, nos cálculos, a quantidade de papéis irá mudar, refletindo numa mudança do preço médio.

 

Seguindo o exemplo de antes, se o investidor decide vender 10 papéis depois do terceiro dia, seu preço médio irá se manter o mesmo. Ele só se alterará se for feito um aporte após isso.

 

E atenção! A mudança do preço médio de um ativo impacta na sua rentabilidade.

 

É através desse método que o Real Valor permite o usuário acompanhar seus investimentos, fornecendo um cálculo de rentabilidade que mostra exatamente quanto o usuário ganhou ou perdeu de patrimônio.