fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

3 livros que li em 2020 que impactaram a minha vida

Quem me conhece sabe que eu gosto muito de ler. Por isso, decidi compartilhar os 3 livros que eu li em 2020 que mais impactaram minha vida e porquê.

Eu simplesmente acredito que livros são a forma mais barata de conhecimento de qualidade que se tem no mundo.

Existem grandes mestres de qualquer assunto. Empreendedorismo, meditação, condicionamento físico, negociação, etc.

Esses caras geralmente escrevem compilados do que eles aprenderam ao longo de uma vida inteira devotada ao estudo daquilo. E esse compilado geralmente custa de R$50 a R$100.

Isso é muito mais barato que muito curso por aí e muitas vezes, muito mais rico.

O único drawback disso é que demanda uma certa dedicação para ler. No mundo atual é difícil largar o celular, netflix, youtube, etc. e pegar um livro para ler 1 hora por dia.

Mas se você consegue vencer essa barreira e lê de trinta minutos a uma hora por dia, você consegue facilmente ler uns 12 livros por ano. No final de 5 anos, são 60 livros. Não tenha dúvidas que a versão de você mesmo com 60 livros na bagagem é melhor do que a versão de você que passou esse tempo em rede social, sem ler.

Charlie Munger, o sócio do Warren Buffett tem uma frase famosa sobre isso.

“Na minha vida inteira, eu não conheci nenhuma pessoa sábia (sob uma ampla ótica de campos) que não lia a todo momento – nenhum. Zero. Você ficaria impressionado com a quantidade de livro que o Warren e eu lemos.”

Charlie Munger

Mas chega de história e vamos para a lista

Discipline equals freedom

O primeiro livro do ano para mim foi um livro que mudou a minha vida. Se você nunca leu um livro do Jocko Willink, recomendo esse ou o Extreme Ownership (que fala de liderança).

Porque é um livro que vale a pena ler

O Jocko foi um Navy Seal, que é a tropa de elite da marinha estadunidense. Depois de sair de lá, começou a trazer para o mundo dos negócios os conceitos aprendidos nos treinamentos e nas batalhas que participou.

O Discipline Equals Freedom é um livro que ajuda a diminuir a procrastinação e executar o que você precisa executar.

Sabe aqueles dias que você não tem nada para fazer? Você pode fazer o que você quiser com seu tempo e acaba não fazendo nada?

E ai você olha para umas pessoas que tem 2 empregos e ainda consegue estudar, malhar e dormir bem.

Por que?

Porque esse cara é disciplinado.

E não é só profissionalmente. Você precisa de disciplina para se alimentar bem, para fazer exercícios físicos, estudar, etc.

Citação do livro do Jocko Willink
Se você parar de procurar um atalho … e encontrar sua disciplina e seu propósito …
Então você encontrará sua liberdade
Jocko Willink

O que mudou na minha vida

Parei de comer doces, voltei a fazer exercícios e comecei a dormir (e acordar) cedo, coisa que eu sempre quis e nunca consegui.

Quem me conhece sabe o quão descontrolado eu sou com doces. Eu geralmente só paro de comer quando acaba.

Com os ensinamentos do livro, eu fiquei sem comer doce de Janeiro a Maio, sendo que alguns meses desse período foram de quarentena, o que tornava a tarefa mais complexa.

Eu acabei voltando a comer doces, mas vejo esse período como uma grande vitória da força de vontade e disciplina. Pretendo retomar essa missão e passar 2021 inteiro sem comer doce. É difícil, mas acho interessante conseguir domar os anseios do corpo através de disciplina.

Se você se considera um cara procrastinador em qualquer área de atuação, leia esse livro assim que puder. A sua vida vai mudar.

Blink

O Malcolm Gladwell é um dos meus escritores favoritos. É incrível como a leitura é divertida e o conteúdo é rico. Já tinha lido o Foras de série e David e Golias. Li o Blink e gostei demais também.

Porque é um livro que vale a pena ler

O livro traz o conceito de Blink, que é quando pensamos “sem pensar”, ou seja, tomamos decisões quase que imediatamente. Isso acontece frequentemente no dia a dia. Tanto na vida pessoal quanto profissional.

Entender melhor como funciona esse processo de pensamento nos ajuda a tirar conclusões melhores dele e evitar em cair em armadilhas em que o Blink nos traz uma decisão brutalmente enganada.

O que mudou na minha vida

A gente costuma dar muito valor às análises longas e racionais e desprezamos os Blinks, que é quando batemos o olho em algo e já temos uma leitura e uma opinião a respeito.

Claro que as vezes o Blink nos trai, mas o que parece ser uma opinião sem análise extensa na verdade é muito mais complexo do que isso.

É a soma de diversas coisas que estão no seu subconsciente que você foi armazenando ao longo da sua vida. Você não deve desprezar isso.

É por isso que os mais velhos geralmente são mais sábios.

É por isso que sua mãe bate o olho num amigo seu e fala “não quero ver você com ele. Ele é um mau elemento”.

Ela nem conhece ele, mas o subconsciente dela está funcionando. Ela viu nele mais coisas do que consegue dizer racionalmente.

Depois de ler o blink eu comecei a dar mais valor aos Blinks que acontecem na vida e não prestigiar somente análises racionais.

Mauá: o Empresário do Império

Você sabe quem foi o Barão de Mauá? Poucas pessoas sabem. Ele foi um empresário brasileiro com patrimônio que rivalizava com os mais ricos do mundo na época, como os Rotschild, Vanderbilt e outros.

Por algum motivo ele é esquecido na história brasileira e por isso esse livro foi um eye opener para mim.

Porque é um livro que vale a pena ler

O Brasil tem diversos problemas políticos e econômicos. Lendo o livro você percebe que esses problemas já nos perseguem há séculos. No século XIV, Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá já reclamava de como ele gerava empregos, trazia progresso ao país, mas mesmo assim era odiado pela população que acreditava que aquilo era papel do governo.

Citação do livro sobre Barao de Mauá
O melhor plano econômico do governo é não atrapalhar aqueles que produzem, poupam, investem, empregam, trabalham e consomem
Barão de Mauá

Lendo o livro você começa a ver o absurdo que é nao sabermos quem ele foi. Mostra muito sobre a mentalidade coletiva brasileira.

Um empresário brilhante que lutava contra a escravidão que era visto como inimigo do país.

Não só pelo governo, mas também pela população.

Sabe o modelo de partnership onde o funcionário consegue virar sócio da empresa que o Goldman Sachs faz e ficou famoso no Brasil no Banco Garantia e depois Ambev?

O Irineu fazia numa época onde o Brasil ainda era escravocrata. Ele acreditava fazer mais sentido dar um pedaço da empresa aos funcionários como motivação para eles fazerem o melhor trabalho.

Mas o governo lutava contra ele.

Não vou me estender tanto porque estou escrevendo um texto contando mais sobre a história dele.

Mas ele foi o fundador de um grande banco brasileiro. Talvez você conheça. Ele se chama BANCO DO BRASIL. O Banco começou a ir muito bem e o governo decidiu intervir.

O governo interveio e basicamente estatizou o Banco com esse decreto aqui.

E ai é aquela história que você já conhece.

O banco tinha 3 diretores técnicos. Depois de estatizado, passou a ter 15 diretores indicados por Dom Pedro. Eram políticos e não mais técnicos.

O Banco foi tirado da mão de seu fundador e, sob nova direção, passou a ser usado como instrumento político.

Essa é apenas uma história. Se você não conhece a história do Barão de Mauá e está lendo esse blog, eu diria que você deveria ler esse livro, porque vai trazer uma história importante do Brasil que vem sendo ocultada de você.

O que mudou na minha vida

Biografia não é bem o tipo de texto que costuma ser lifechanger.

Esse livro não mudou a minha vida, mas foi uma lição sobre risco de ruína. Devemos correr riscos, mas nunca risco de ruína, que é o risco que ao dar errado, não há retorno.

Mauá, no final tomou decisões que lhe fez correr risco de ruína, que foi concretizado depois.

E você? Leu o que no ano de 2020? Comenta aqui embaixo me contando dos livros que mais mudaram sua vida esse ano!

banner-real-valor
196 / 324

Leave a Reply

Required fields are marked