fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Bolsa de valores está cara? Porque isso não deveria importar?

Sempre que a bolsa sobe muito vem aquela dúvida. A bolsa de valores está cara? Vale a pena investir ainda? Será que ela vai subir mais? O interessante é que sempre conseguimos ver motivos para ela continuar crescendo, e também motivos para ela cair.

Se a bolsa de valores continuar subindo, vale a pena comprar ações e vê-las se valorizando.

Se a bolsa mudar de direção e começar a cair, pode fazer sentido se desfazer de algumas ações e talvez voltar a elas quando elas estiverem mais baratas.

A pergunta é: como saber se ainda tem espaço para a bolsa subir ou nao?

A minha resposta mais pragmática é: não sei.

Claro que existem especialistas que vão falar qual é o rumo da bolsa de valores. Mas quando erram, não acontece nada. Tem tanta gente dando palpite, que inevitavelmente vai ter gente acertando.

Eu prefiro ter uma abordagem mais simplista em relação aos investimentos.

Ao invés de tentar prever se a bolsa sobe ou desce, gosto da ideia de montar uma carteira que consegue surfar bem a alta, mas que também se protege no caso de uma queda. Genial, não?

Dessa forma, pouco importa se a bolsa sobe ou desce. Você está protegido.

A questão é: como montar uma carteira assim?

O que é um Hedge?

Antes de mais nada, precisamos entender o conceito de hedge. Hedge vem do inglês e significa uma forma de proteger algo.

No mundo financeiro, Hedges são uma forma de você conseguir proteger a sua carteira contra alguma coisa. Existem várias formas de fazer hedge. Umas mais rebuscadas, outras mais simples.

Geralmente fala-se de derivativos quando queremos Hedgear uma carteira.

O que é uma opção

Já escrevi um post aqui falando do que é uma opção. Se quiser saber mais, clique aqui e veja.

Mas vou tentar explicar de uma forma rápida.

Uma opção é um direito de comprar ou vender algum ativo por um preço determinado até uma data especificada. Difícil ne?

Vamos a um exemplo.

Digamos que Petrobras está valendo R$20.00 e eu acredito que ela vá despencar nas próximas semanas. Então eu compro uma opção de venda de Petrobras a R$15.00.

Essa opção me dá o direito (mas não a obrigação) de vender Petrobras a R$15.00 e a contraparte é obrigada a comprar caso exerçamos a opção.

Mas não faz sentido você vender um ativo que vale R$20.00 por R$15.00 né? Perfeito.

Mas lembra que você acredita que Petrobras vai despencar no futuro?

Digamos que ela caia de R$20.00 para R$10.00. Quem tinha ação da Petrobras viu seus ativos perderem metade do valor.

Mas você tinha uma opção de venda de Petrobras. Você tem o direito de vender Petrobras a R$15.00 mesmo com o valor de tela estando R$10.00.

Opções parecem complexas

Outra possibilidade é vender a própria opção (é um papel com um código um pouco diferente na bolsa) que provavelmente se valorizou bastante.

A opção tem um preço e tem um vencimento. Depois da data definida, a opção passa a não valer mais nada e nem pode mais ser exercida.

O preço varia de acordo com um monte de variável: preço do ativo, data de vencimento, taxa de juros, volatilidade, o preço do exercício (que no exemplo era RS15.00) e outros.

Opções como Hedge

Você consegue usar essas opções como um seguro contra algum desastre do mercado. Você compra opções de venda por um valor e, com isso, está protegido contra uma queda além do valor do preço de exercício daquele ativo.

Se não acontecer nenhum desastre, você gastou o valor para comprar a opção, mas o resto da sua carteira subiu com a valorização.

Se ocorrer um desastre, sua carteira vai ter perdas, mas a sua opção vai valorizar vertiginosamente.

O segredo é como balancear isso da melhor forma possível.

Estratégia do Pózinho (Barbell)

Estratégia barbell do Taleb

Existem opções caras e opções baratas. Geralmente uma opção barata tem esse preço baixo porque o preço de exercício é muito longe do preço atual do ativo, porque o vencimento está muito próximo, o mercado está pouco volátil e por ai vai. Geralmente é uma combinação desses fatores.

A estratégia Barbell consiste em comprar uma pequena parte do seu patrimônio em opções de venda com preço de exercício muito longe do valor atual. Essas opções costumam custar da ordem de R$0,01 a R$0,05 cada.

Nessa estratégia, na grande maioria das vezes, ela vai virar pó. Ou seja, chegar no vencimento com o valor de exercício abaixo do valor de venda.

Mas quando ocorre algum evento inesperado que destrói valor, essa opção que vale R$0,01 pode ir para preços maiores que R$1,00. Isso significa rentabilidades maiores do que 10.000%.

A ideia da estratégia do pózinho é que você se exponha a opções de venda todo mês. Todo mês algumas vão vencer e você vai ter ficado num prejuízo por ter comprado elas. Mas o prejuízo é pequeno.

No momento que acontece um evento inesperado, a valorização cobre esses prejuizos e o prejuízo do resto da sua carteira (pelo menos uma parte).

Ficou meio teórico demais, então vou dar um exemplo.

Exemplo

No dia 06/06/2020, a opção de venda de Petrobras a R$14,45 (PETRO144) chegou a valer R$0,03.

No final de semana, o Petróleo Brent caiu vertiginosamente por causa de tensões da Arábia Saudita e Rússia.

No dia 06/06/2020, PETR4 valia R$22,83. No dia 12/06/2020, PETR4 estava valendo 12,60. Olha a queda no gráfico abaixo.

Petrobras ao longo de 2020

A opção de venda era a 14,45. Ela valia apenas R$0,03 porque Petrobras valia 22,83 e pouca gente imaginaria que ela pudesse cair tanto e tão rápido.

Mas a ação de Petrobras caiu abaixo dos R$14,45, fazendo a opção que valia R$0,03 chegar até R$3,50 no intraday do dia 12/03/2020. Isso dá uma rentabilidade de mais de 11.000%.

O gráfico abaixo mostra os fechamentos dessa opção.

Opção de Petrobras

Quem segue a estratégia do pózinho não tenta prever o futuro. Ele monta a sua carteira assumindo que desastres acontecem.

É análogo à pessoa que compra um carro e contrata um seguro. Ela não está prevendo que vai ter o carro roubado ou se envolver em algum acidente.

Ela simplesmente quer que, caso aconteça, esteja protegida. E faz isso gastando um pequeno valor todo mês.

Hedgear a sua carteira é fazer a mesma coisa com os seus investimentos.

Conclusão

Melhor do que tentar prever se a bolsa de valores vai subir ou vai cair, está barata ou cara, é você montar a sua carteira de forma a ganhar muito quando a bolsa sobe e perder pouco quando a bolsa cai. Esse é o segredo.

A melhor forma de ver como a sua carteira vem performando e se ela está reagindo bem aos acontecimentos do mercado é usando o Real Valor.

Baixe o app e esqueça as planilhas financeiras.

Você conhecia a estratégia do pózinho? Já fez? Conta sua história.

banner-real-valor
188 / 385

Leave a Reply

Required fields are marked