fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Como fazer dinheiro na queda do mercado

Esses dias teve muita gente falando de uma influenciadora digital que fez um video falando que descobriu um novo talento na pandemia: o day trade.

Imediatamente algumas pessoas falaram que isso era um sinal de topo, porque supostamente teríamos chegado no momento onde tem muita gente com pouca experiência no mercado achando que manja para caramba por causa de semanas com bons resultados.

Historicamente antes de uma queda costuma vir um momento de oba-oba onde todos estão fazendo dinheiro e acreditando saberem mais do que de fato sabem de bolsa.

Pensando nisso, decidi escrever um texto sobre as maneiras de se ganhar dinheiro com a queda da bolsa.

Não estou aqui para falar se a bolsa vai cair ou não. Seria muita arrogância de minha parte tentar prever. O intuito do texto é simplesmente mostrar como é possível fazer dinheiro quando a bolsa cai.

Como fazer dinheiro com o mercado caindo

O conceito é um pouco difícil. Se a ação está caindo, como alguém está ganhando dinheiro? 

Mas a gente pensa assim porque o nosso default é estar comprado na ação, ou em inglês, estar Long na ação.

Quando você está comprado, você ganha dinheiro quando ela sobe e perde quando ela cai. Normal até aqui.

Acontece que existe uma outra forma de investir em ações. Tem como você estar vendido nelas.

Em inglês se fala estar Short nas ações.

Sabe aquele fundo Long & Short que você nunca entendeu o que significava? É apenas uma estratégia que busca comprar ações de algumas empresas enquanto opera vendido em outras ações do mesmo setor.

estratégia long e short e como as opções entram nisso

Quando se está vendido numa ação, você ganha dinheiro quando ela CAI e perde quando ela sobe.

Operando vendido

Imagina dois amigos. O Bernardo e o Fabio.

O Bernardo tem um carro 0km avaliado em R$50.000. Fabio descobre que ele conseguiria vender esse carro por R$60.000 para um comprador X e depois recomprar por R$40.000.

Por isso, ele vai até o Bernardo e pede para o Bernardo emprestar o carro e o Bernardo concorda. No momento que Fabio pega o carro, ele vende (mesmo não sendo dele) por R$60.000.

exemplo do carro para mostrar como funcionam as opções de compra

Depois, ele corre atrás para conseguir comprar um carro igual por R$40.000. Assim que Fabio consegue esse carro de volta, ele devolve para o Bernardo.

Para o Bernardo, nada mudou. Ele continua tendo o seu carro 0km. Enquanto isso, Fabio lucrou R$20.000 por causa da diferença do valor de venda e de compra.

Como isso funciona no mercado financeiro?

Operar vendido no mercado financeiro é muito parecido. Você aluga uma ação de alguém e a sua obrigação é devolvê-la lá na frente. Com isso, você pode vender essa ação e só recomprar no futuro quando você for devolver.

Se existem motivos para você acreditar que a ação em questão tem potencial de queda, pode ser uma estratégia válida.

Digamos que PETR4 está R$20.00, mas eu tenho motivos para acreditar que ela pode chegar a R$15.00 em 1 mês. 

O que se pode fazer é pegar ações de PETR4 por aluguel, vender a R$20.00 e recomprar lá na frente por R$15,00. 

Essa operação traz R$5,00 de lucro por ação. Tá certo que também existe um custo para se alugar a ação que eu estou desconsiderando para simplificar um pouco o exemplo.

Uma das vatangens de aluguel de ações é que você consegue operar sem precisar ter dinheiro em conta.

Basta ter garantias na corretora, como dinheiro investido em outros ativos. Você pode ter R$0,00 no saldo e ainda assim fazer dinheiro com essa operação.

Como tudo no mercado, porém, existe a chance de dar errado.

Um short dá errado quando o preço futuro se torna maior do que o preço que você vendeu. Assim, você precisa comprar por um preço maior para devolver a ação e toma um prejuízo nessa.

Call e Put: qual a diferença?

Antes de entrar no conceito de como você pode comprar puts e lucrar com queda de ações, preciso pincelar o conceito de Opções de ações.

Eu fiz um texto explicando de forma muito mais detalhada aqui no blog, mas vou tentar simplificar ao máximo.

Opções de compra: call

Uma opção de ação é um contrato que te dá o direito (mas não a obrigação) de comprar ou vender uma ação por um preço determinado até uma data predeterminada.

Depois da data predeterminada, a opção vira pó. O que significa que ela passa a valer R$0,00.

Ficou complexo ne? Deixa eu dar um exemplo para tentar simplificar um pouco (mas saiba que o conceito é um pouco complexo mesmo).

Digamos que PETR4 está valendo R$10.00 e eu tenho motivos para acreditar que ela pode chegar a R$20.00 em x tempo.

Como eu posso me beneficiar dessa escalada?

Eu poderia comprar a ação de Petrobras. Mas também existe outra forma: você pode comprar opções de compra de PETR4.

Digamos que uma opção de compra de PETR4 a R$15 está custando R$0,05 cada. No momento que você compra ela, você tem o direito (mas não a obrigação) de comprar PETR4 por R$ 15.

Obviamente você não vai exercer esse direito nesse momento, afinal o preço de PETR4 no exemplo está R$10.

Acontece que se a ação subir até R$20.00, você tem um contrato que te dá direito a comprar um ativo que vale R$20.00 por R$15.00. Nesse caso, você faria dinheiro.

Vale frisar que muita gente acaba nem exercendo as opções. Ela simplesmente vende a própria opção que ele tinha comprado por R$0,05 com lucro.

O preço de opções são beeeem mais voláteis do que de ações. Teve gente até ganhando nobel de economia por criar um modelo para precificá-las (Black and Scholes).

Mas por que eu estou falando de um caso em que você lucra na subida da ação se o texto é sobre como lucrar com queda do mercado?

me explica mais sobre opções de venda

É que além das opções de compra (o exemplo que eu expliquei), também chamadas de Call, existem as opções de venda, que são chamadas de Put.

Opções de venda: put

A opção de venda funciona de forma análoga à opção de compra. Só que ao invés do dono da opção ter o direito de comprar a ação naquele preço, ele tem o direito de vender aquela ação naquele preço.

Sendo assim, você compra uma Put quando acredita que uma ação pode cair no futuro. Com isso, você consegue ter o direito de vender uma ação num preço maior do que o valor da ação naquele momento.

No exemplo, seria como se a ação da PETR4 estivesse a R$20.00 e você achasse que ela poderia ir a R$10.00. Com isso, você compra uma put com preço de exercício de R$15.00. 

Isso significa que vc tem o direito de vender essa ação a R$15.00. Num primeiro momento não faz sentido exercer, pois a ação vale R$20. 

Mas caso ela caia para R$10.00, você tem o direito de vender um ativo que vale R$10.00 por R$15.00.

E assim como a opção de comprar, você não precisa exercer o seu direito. Pode vender diretamente a opção.

Conclusão

Existem duas formas comuns de se lucrar com a queda de preço de ações. Uma delas é alugar ação. O lado bom é que você consegue fazer essa operação sem necessariamente ter dinheiro em caixa. O lado negativo é que, se der errado, você não tem limite de perdas. Se a ação subir muito, tem como o prejuízo ser bem alto.

Por outro lado, temos a put, ou opção de venda.

O lado positivo é que você tem um limite de perda: 100% do valor investido. Isso porque se o prazo de vencimento da opção se passar, ela vira pó.

Perder 100% pode parecer um ponto negativo, mas na verdade é positivo, pois não tem como perder mais do que você investe. No caso de alugar ações, você não tem limite de perda caso dê errado.

O lado negativo das puts é que é necessário desembolsar dinheiro para comprá-las, diferentemente do aluguel, onde é possível alugar sem ter dinheiro em saldo (embora seja preciso ter garantias).

Você conhecia essas duas estratégias para ganhar dinheiro na queda dos mercados? Já investiu em alguma delas? Ficou com alguma dúvida? Deixa um comentário aqui embaixo.

157 / 180