fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Como ficar milionário?

Como ficar milionário?

Essa é a pergunta de um milhão de dólares.

Confesso que fiquei na dúvida se começava esse texto com essa piada ou se ela era boba demais. Deixa aqui um comentário dizendo sua opinião por favor.

Vamos ao texto, porque hoje eu vou ensinar uma técnica infalível para se tornar milionário. Não vai ser do dia para a noite, mas no longo prazo, quem seguir a técnica vai se tornar rico.

Vivemos num mundo onde dinheiro abre portas. Mesmo assim, grande parte da população não entende o mínimo de educação financeira para chegar na sua independência financeira (e nem busca entender)

Não sei exatamente o por quê disso acontecer.

Não vou entrar no mérito se é bom ou não ser rico porque tem gente que não almeja isso, mas diria que ninguém acha melhor não ter independência financeira do que ter.

Se todo mundo prefere ter independência financeira, por que tanta gente está parada ao invés de estudar esse assunto?

É como a pessoa que quer emagrecer, mas continua comendo mal e sem praticar exercícios

Dinheiro, tabus e suas consequências

Acho que tem a ver com o dinheiro ser um tabu na nossa sociedade. Ninguém gosta de falar sobre dinheiro. Ninguém fala para os amigos quanto ganha de salário, quanto tem de patrimônio.

O problema com tabus é que, com eles, há uma restrição de circulação de informação. Imagine que você ganha R$2.000 de salário e todos os seus amigos que se formaram com você estão ganhando R$6.000. Se você souber dessa informação, provavelmente vai buscar um emprego melhor porque sabe que é possível conseguir.

Como dinheiro é um tabu, essa informação nunca chega a você e você continua trabalhando ganhando seus R$2.000.

Isso não se aplica só a salário, mas a quase tudo relacionado a dinheiro, fazendo com que as pessoas não encarem o assunto dinheiro de frente e se planejem. Elas preferem seguir os conselhos de Zeca Pagodinho e deixarem “a vida me levar”.

Como virar um milionário

A gente costuma olhar para valores muito altos de dinheiro e pensar que eles são inatingíveis. Principalmente quando somos novos.

Ao colocar em planilhas projeções de salário com aportes mensais, dá para ver que na verdade, com consistência e consciência, é possível chegar lá.

Inclusive, escrevi um texto aqui falando sobre o poder dos juros compostos, que é o que permite que seja factível chegar a patrimônios altos sem necessariamente ter salários astronômicos.

O grande segredo para aumentar o patrimônio e virar um milionário consiste em 3 leis:

  • Investir sempre, ou seja, fazer novos aportes sempre que possível
  • Investir bem, ou seja, conseguir o máximo de rentabilidade correndo o risco que você aceita correr
  • Ter paciência para deixar os juros compostos fazerem seu trabalho.

Investir sempre (e o máximo possível)

Para se conseguir investir sempre, você precisa olhar para o balanço de entradas e saídas da sua conta bancária no mês.

Quando sobra dinheiro, ou seja, você ganha mais do que gasta, você consegue investir sem problemas.

Se você gasta mais do que ganha, acaba se endividando e vendo os juros compostos trabalharem contra você ao invés de a seu favor.

A gente costuma imaginar que a pessoa rica é aquela que ganha salários astrômicos, mas na verdade pouco importa o quanto a pessoa ganha. A única coisa que importa é a diferença entre quanto ganha e quanto gasta.

Um diretor de empresa que ganha R$50.000 por mês, mas gasta R$48.000 consegue guardar R$2.000 por mês. Comparemos ele com um estagiário recem efetivado que ganha R$4.000 na nova função, mas mora com os pais, então gasta só R$1.000 por mês. Ele consegue guardar R$3.000 por mês, ou seja, mais do que o diretor.

Isso não significa que ele é mais rico do que o diretor, apenas que ele consegue aportar mais dinheiro todo mês. E isso faz diferença lá na frente.

Quer saber a importância de aportes mensais, Kiyosaki tem a seguinte frase:

A filosofia da riqueza e da pobreza é a seguinte: o rico investe seu dinheiro e vive com o que resta. O pobre gasta seu dinheiro e investe o que resta

Robert Kiyosaki

Embora sejamos influenciados a gastar mais quando ganhamos mais, é importante sempre viver um padrão de vida abaixo do que se ganha. Assim, é possível investir todo mês quantias que fazem diferença la na frente.

Sendo assim, o foco deve ser cada vez ganhar mais (focar em promoções, fontes de renda alternativas, etc.) e gastar o necessário, mas não esbanjar.

Investir bem

Essa parte é um pouco mais complicada do que a primeira.

Na primeira, você depende apenas de você mesmo. Sendo produtivo no trabalho, você tende a ser promovido e ganhar mais. Sendo responsável com os gastos, você consegue viver bem sem gastar tanto.

Investir bem já depende também do mercado e não só do investidor. Para essa etapa, é importante conhecer o mercado e entender os riscos que se aceita tomar.

Investir bem não significa ter rentabilidades altas. Investir bem significa ter rentabilidades esperadas enquanto se corre riscos dentro do aceitável para o investidor em questão.

Fazer 100% de rentabilidade em um ano porque aplicou toda a sua carteira em bitcoin não necessariamente significa investir bem. O investidor correu um risco grande para conseguir essa rentabilidade.

Sabe quando você vai comprar algo e olha para o custo-benefício? Em investimentos é parecido. Você deve olhar para o risco-recompensa.

Tenha paciência

Todo mundo quer ficar rico. E quanto mais rápido melhor né?

paciência para ficar milionário

O problema é que o imediatismo traz consigo alguns problemas graves.

Ao acreditar que dá para ficar rico do dia para a noite, as pessoas acabam correndo riscos sem sentido, como por exemplo entrar em pirâmides financeiras. A ganância cega o homem. Devemos ficar atentos a isso.

Warren Buffett diz que investir é tão divertido quanto ficar olhando a grama crescer ou a tinta secar. Se você quer adrenalina, vá para um cassino.

Quando se olha para as pessoas mais ricas do mundo com investimentos, todos eles têm cabelos brancos. Não é coincidência. Para se ficar rico com investimentos é preciso tempo para os juros compostos trabalharem.

Investindo bem, frequentemente e com paciência

Quando se junta os três ensinamentos acima, o investidor está no caminho para ficar milionário.

Parece simples, talvez até óbvio e de fato é. O problema é que muitas pessoas mesmo assim não seguem essas ideias.

As pessoas não investem com frequência. Na verdade elas nem olham direito para as entradas e saidas da sua conta. Lembra daquela história de dinheiro ser um tabu? Então…

As pessoas não investem bem. No Brasil temos 900 bilhões de reais investidos na poupança, que rende 70% da Selic. Sabendo que o Tesouro Selic rende 100% da Selic e tem o mesmo risco.

As pessoas não tem paciência. Talvez o maior exemplo disso seja o boom de esquemas de pirâmides no Brasil. Não são apenas os mais leigos que entram nessa onda não. Tenho amigos bem instruídos e conhecedores do mercado que entraram.

A prova de que é possível

Vamos finalmente ao exemplo prático.

exemplo prático como ficar milionário

Digamos que você tem 30 anos e consegue guardar R$2.000 para investir.

Antes que você diga que na vida real não é bem assim, deixa eu me defender:

Claro que esse exemplo é uma simplificação da situação. O objetivo aqui é mostrar a importância de cada um dos 3 princípios falados acima.

Fiz quatro curvas mostrando a diferença de investir bem, com frequência e tendo paciência.

Na primeira, uma pessoa que só guarda R$2.000 por mês sem investir.

Na segunda, uma pessoa que aporta R$2.000 por mês e investe com uma rentabilidade média de 5%.

Na terceira, o investidor aporta R$2.000 por mês e investe conseguindo uma rentabilidade média de 10%.

Finalmente, no quarto exemplo, o investidor aporta R$4.000 por mês e investe com uma rentabilidade média de 10%.

Para ter um balizador do quanto esses percentuais por ano significam, hoje (14/12/2020), títulos do tesouro direto prefixados estão sendo negociados em 6,67%. Isso significa que uma carteira com títulos públicos de baixo risco renderia mais que 5%.

4 curvas mostrando como ficar milionário

Apenas guardando R$2.000 por mês, no final de 30 anos, o investidor acumulou R$720.000

Investindo R$2.000 por mês com 5% ao ano, no final de 30 anos, o investidor acumulou R$1,63 milhão.

Investindo R$2.000 por mês com 10% ao ano, no final de 30 anos, o investidor acumulou R$4,13 milhões.

Investindo R$4.000 por mês com 10% ao ano, no final de 30 anos, o investidor acumulou R$8,25 milhões.

Investir com mais frequência, com aportes maiores e tendo rentabilidades maiores é o que vai garantir que você vire um milionário.

Um detalhe importante é que devemos olhar para o longo prazo. É o que eu quis dizer ao falar que precisamos ter paciência.

Se você olhar no gráfico, vai ver que no ínicio, as 4 curvas estão bem próximas e elas vão se descolando ao longo do tempo.

Conclusão

A dificuldade de se ficar milionário é parecida com a dificuldade de emagrecer, ou tirar nota alta numa prova.

A gente sabe exatamente o que precisamos fazer para conseguir o resultado desejado. A parte difícil nao é essa. A parte difícil é a consistência de se manter no foco.

Para emagrecer é apenas comer menos e fazer mais exercícios. O difícil é de fato executar isso todo dia.

Para tirar notas altas, é só estudar todo dia. O difícil é executar isso todo dia.

Para ficar milionário, é só investir bem, com frequência e ter paciência.

Existem armadilhas no meio do caminho, como a vontade de comprar aquele carro que você não precisa de fato ou aquele investimento com rentabilidade “garantida”.

Lembre-se o caminho para chegar no milhão não é difícil. O difícil é ter foco e consistência para seguir nele.

E você, já está no caminho?

banner-real-valor
192 / 324

Leave a Reply

Required fields are marked