fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Como funciona e quais os objetivos dos fundos cambiais

Já falamos sobre os fundos de investimentos aqui. E se você leu, já sabe que você se reúne a outros investidores que colocam dinheiro no fundo e o gestor decide a melhor estratégia. 

Inclusive, escrevi um texto bem legal sobre como analisar lâminas de fundos de investimento. Dá uma olhada aqui. 

Os fundos cambiais na verdade pegam o dinheiro investido em real e compram a moeda estrangeira, sua valorização costuma seguir a  cotação da moeda comercial. Por isso, é muito importante você acompanhar os índices das moedas. 

A melhor estratégia nesse caso é sempre acompanhar a valorização da moeda. 

Por quê é interessante ter um Fundo Cambial?

Eu adoro dar exemplos práticos, vamos lá. 

Ano que vem uma super amiga minha vai se casar em Portugal e eu preciso comprar Euros para passar os dias lá. 

(Um minuto de silêncio para o valor do Euro atualmente, eu já paguei R$ 2 quando fui para Europa a primeira vez). 

post-blog-real-valor-como-funcionam-fundos-cambiais

Chega de lamuriação… vamos ao que interessa. 

Bom, como a gente sabe, o câmbio das moedas é algo muito volátil e varia sempre. 

Basicamente, o fundo cambial serve para você proteger o seu dinheiro das flutuações da moeda. 

A opção mais comum que as pessoas fazem quando vão viajar para o exterior é ir comprando a moeda em espécie aos poucos e fazendo uma média do valor. 

Mas também tem a opção de colocar em um fundo cambial, pois assim o seu dinheiro fica protegido em relação a variação do valor da moeda. 

Inclusive, fundos de dólar costumam se valorizar um pouco mais do que a própria moeda. Isso se dá pelo fato do gestor ativamente gerir esse portfolio.

Voltando ao meu exemplo, porque eu estou doida para ir para Portugal

post-blog-real-valor-como-funcionam-fundos-cambiais

Eu tenho R$ 4.000 para levar e decido investir  em um fundo cambial. 

Digamos que o Euro está a R$ 4 logo, meu poder de compra é de € 1.000.

Se o Euro valorizar em relação ao Real e passar a valer R$ 5, eu vou converter o Euro que eu já comprei para Real e vou ter R$ 5.000, ou seja, eu ganhei R$ 1.000.

Se meu objetivo fosse rentabilidade, eu poderia resgatar o valor e ficar com os R$ 5.000, mas o meu objetivo é a viagem. Meu poder de compra continua sendo € 1.000.

Agora se o Euro cair e for para R$ 3 os  € 1.000 agora valem R$ 3.000. 

Eu tenho R$ 1.000 a menos do que quando eu comprei, mas o meu poder de compra continua o mesmo. Eu vou continuar conseguindo comprar os mesmo € 1.000 apesar de perder dinheiro em Real. 

Mas se eu posso perder dinheiro, o fundo cambial é uma boa ideia?

Você que vai me responder essa pergunta depois de outro exemplo que eu te der ok?  #alokadosexemplos

Uma amiga minha quer trocar o computador dela, também vai para Portugal comigo. Ela é designer e adora os produtos da Apple, está doida para comprar um Macbook Pro. 

Digamos que o valor do computador é € 1.500. Na cotação de hoje, a minha amiga precisa algo em torno de R$ 7.000,00.

Cenário A: ela investe em um fundo cambial

  1. O Euro valoriza muito: ela ganha dinheiro em Real em cima da conversão e mantém o poder de compra de  € 1.500.
  2. O Euro desvaloriza: ela perde dinheiro em Real, mas continua tendo poder de compra de € 1.500, conseguindo comprar o Macbook.

Cenário B: ela fica com o dinheiro na mão para ir comprando

  1. O Euro valoriza muito: ela não consegue  mais comprar €1.500,00 com os R$ 7.000,00. Ela vai precisar ter mais Real para atingir o objetivo ou esperar o Euro desvalorizar.
  2. O Euro desvaloriza: ela consegue comprar mais Euro com os R$ 7.000,00, fica com mais de € 1.500 e compra o Macbook.

Apesar de no cenário B a minha amiga conseguir comprar o Mackbook na situação 2 com o valor que tem em mãos, mas ela fica refém da oscilação do mercado.

Por isso que os fundos cambiais são bons para proteger seu dinheiro em relação a variação das moedas estrangeiras.

E aí? Nesse caso valeria a pena ela colocar em um fundo cambial?

Outro exemplo que cabe também para você entender sobre a proteção, é por exemplo, quem vai para o exterior fazer cursos longos. 

Precisa pagar USD 30.000. em mensalidade de USD 1.000. Com o fundo cambial é possível manter o poder de compra em relação ao que a pessoa já tinha em dinheiro. 

Como acontece a rentabilidade dos fundos cambiais? 

Para ser caracterizado como fundo cambial, o gestor deve investir pelo menos 80% em moedas estrangeiras. Os outros 20% fica a critério do gestor.

O fundo investe prioritariamente em moedas. O gestor procura trazer ao fundo uma valorização maior do que o câmbio, através de compras e vendas em timing certo.

Por outro lado, tem taxas de administração e de performance muitas vezes, o que acaba puxando a valorização um pouco para baixo.

Mas se olharmos fundos cambiais e a sua respectiva moeda, eles tendem a se valorizar mais.

post-blog-real-valor-como-funcionam-fundos-cambiais

Os outros 20% podem ser investidos em outros tipos de ativo: renda fixa, fundo multimercado, fundo de ações. Depende da estratégia do fundo. Para saber isso, é importante ler a lâmina de cada fundo. 

Como você pôde perceber é possível ganhar dinheiro com fundos cambiais, mas o principal objetivo é proteger o seu dinheiro em relação a variação dos valores da moeda. 

Você já investiu em fundo cambial? Comenta aqui para eu saber como foi sua experiência. 

96 / 159