fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Como o futebol nos ensina sobre investimento e nós nem percebemos

Não sei você, mas eu sou um fanático por futebol. Tento fugir ao máximo do tema porque sei o quão polêmico ele pode ser.

Mas deixando todas as polêmicas de futebol de lado, ele nos ensina uma estratégia simples de investimento, porém muito eficaz. E são poucos os que percebem isso e aprendem com essa aula gratuita.

Investir é uma tarefa difícil para caramba. Por mais que alguns tentem vender a ideia de que ela é fácil e simples, no longo prazo ela se mostra bastante complicada.

Não basta escolher os melhores ativos (o que já é difícil), tem que segurar o emocional para não fazer besteira em dias de muita volatilidade (o que pode ser muito mais difícil).

Heurísticas

Por isso, heurísticas podem ser uma excelente idéia para o investidor.

Para quem não sabe o que é uma heurística, segundo o wikipedia, “Heurísticas são processos cognitivos empregados em decisões não racionais, sendo definidas como estratégias que ignoram parte da informação com o objetivo de tornar a escolha mais fácil e rápida.”

Na prática é uma forma de tomar decisões baseadas em estratégias previamente pensadas de modo que você não precise pensar muito na hora da decisão.

Existe uma heurística para investimentos que tem bons resultados e é bastante simples.

Por isso, pode ser uma boa alternativa para um investidor que quer investir em ações por conta própria, mas tem um full-time job em outra área que faz com que não consiga se dedicar ao mercado como profissionais se dedicam.

É sobre essa heurística que eu quero falar hoje. Mas antes de entrar na parte do investimento, vamos voltar ao assunto futebol.

Como prever o campeão brasileiro com 90% de assertividade

Você conseguiria adivinhar qual o time que será campeão brasileiro do ano que vem?

A verdade é que não. É muito difícil.

Mas se você olhar dados históricos, vai ver que é possível afirmar com uma boa dose de assertividade um grupo de times que tem grandes chances de ganhar.

Desde 2003, quando o campeonato brasileiro começou a ser pontos corridos, 70% dos campeões nacionais estavam no top5 da tabela no ano anterior.

Conseguimos aumentar esse percentual crescendo o grupo de times para 10. 90% dos campeões nacionais estavam no top10 na tabela no ano anterior.

grafico-posicao-campeao-ano-anterior-campeonato-brasileiro-texto-blog-real-valor-futebol-investimento

Isso significa que necessariamente o campeão do ano seguinte precisa estar no top 5 desse ano?

Claro que não! (Mas geralmente está)

Quando falamos de investimento, é sempre melhor ter um olhar probabilístico do que determinístico.

Tomar todas as decisões certas não significa que o resultado final será o melhor possível. Mas ao tomar essas decisões, você aumenta a sua probabilidade do output ser positivo.

Do mesmo jeito, ao afirmar que o campeão do ano que vem está no g5 do ano anterior, existe a possibilidade de errar, mas a probabilidade está do seu lado.

Gostaria de ter feito um estudo em outras ligas do mundo afora, mas sendo sincero, isso deu tanto trabalho que eu quase desisti fazendo do Campeonato Brasileiro.

Mas beleza, Eduardo. Você trouxe algumas curiosidades legais, mas o que isso tem a ver com investimentos?

Como aplicar esse ensinamento do futebol a investimento

No mundo dos investimentos, existe um fenômeno chamado de efeito momentum.

Ele se parece com a primeira Lei de Newton que diz que um corpo que está em movimento continua em movimento caso não haja forças afetando ele.

No efeito momentum, uma empresa que vem performando bem ela tendem a perfomar bem por mais alguns anos.

É óbvio que, como tudo no mercado, rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura mas geralmente costuma acontecer assim.

Mas voltemos ao exemplo do futebol e fazer um paralelo com investimento.

Tentar acertar o campeão do ano que vem é uma tarefa bastante complicada, mas quando você passa a tentar adivinhar um grupo de 5-10 times onde o campeão estará no meio, as probabilidades de acertar aumentam.

Para investimentos é análogo. Não é porque uma empresa performou bem no ano anterior que ela vai performar bem no ano seguinte. Porém, quando você diversifica e monta uma cesta de ações seguindo essa estratégia, você costuma ter resultados interessantes.

Embora algumas ações podem (e vão) cair, o todo tende a subir pelo efeito momentum.

Esse fenômeno é observado lá fora há tempos e recentemente um grande amigo fez um artigo acadêmico trazendo resultados dessa estratégia no mercado brasileiro.

Vou deixar o link aqui para quem quiser se aprofundar nessa estratégia e em como foi feito o estudo.

paper-carteira-versus-bova11-texto-blog-real-valor-futebol-investimento

Civiletti, F., Campani, C., & Roquete, R. (2020). Equally weighted portfolios and “momentum effect”: an interesting combination for unsophisticated investors?. Brazilian Business Review, 17(5), 506-522. https://doi.org/10.15728/bbr.2020.17.5.2

Rebalanceando 1 vez por mês e batendo o BOVA11

No estudo, foram feitas diversas carteiras. Cada uma variando alguns parâmetros, como número de ações na carteira, frequência de rebalanceamento, janela de observação para escolher o desempenho das ações.

No final, foram feitas 32 carteiras com ações que performaram bem no ano passado. Cada uma com diferentes parâmetros citados acima.

Olhando a performance das 32 carteiras de 2009 a 2018, as 32 tiveram retornos acima do BOVA11, sendo importante comentar que 3 tiveram desempenho acima de 10%.

grafico-carteira-versus-bova11-texto-blog-real-valor-futebol-investimento

Isso significa que é possível bater o mercado (considerando os custos) sem necessariamente se dedicar 12h por dia para estudá-lo. Também significa que essa estratégia, apesar de dar mais trabalho, é mais rentável do que investir em ETFs de bolsa brasileira como BOVA11.

Conclusão

É possível bater o Ibovespa sem necessariamente viver o mercado financeiro. Investir baseado em efeito momentum pode ser uma excelente escolha de estratégia para o investidor que quer investir em ações diretamente.

Talvez eu seja um pouco enviesado para falar, mas o paper em questão é muito bom e vale a leitura.

Vou tentar trazer o Fábio para escrever um texto sobre o tema nas próximas semanas.

Gostou do texto? Conhecia o efeito momentum? Usa outra estratégia para comprar ações? Deixa seu comentário aqui embaixo!

174 / 180