fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Como saber se eu estou investindo bem?

Essa pergunta costuma vir com certa recorrência à cabeça. Muitos têm dificuldade de respondê-la, o que só cria ansiedade.

“Será que eu estou investindo bem?”
“Será que era melhor ter deixado na poupança?”
“Será que essas ações foram as melhores que eu poderia comprar?”
“Será que fazia sentido investir nesse fundo?”
“Será que faz sentido vender esse Tesouro com ágio e comprar outra coisa?”

Tudo isso começa a pipocar na mente do investidor que não tem certeza se está investindo bem.

Meu intuito com esse texto é trazer a cura para essa ansiedade financeira

A verdade é que existem algumas formas de saber se está investindo bem.

Comparar com Benchmarks

Uma boa forma de conseguir saber se você está no caminho certo é comparando a sua performance com benchmarks de mercado.

Não sabe o que é benchmark? Tem um texto muito bom explicando aqui no blog.

Se você está perdendo 5% com a sua carteira significa que você está investindo mal?

como saber se estou investindo bem?

Não necessariamente.

Se o Ibovespa, um benchmark que mede o desempenho médio da bolsa brasileira, estiver caindo 20% no mesmo período, aqueles 5% negativos da sua carteira já não parecem tão ruins assim, né?

É análogo à ideia de média da turma que tínhamos no nosso boletim de colegio.

Tirar uma nota baixa é ruim, mas justificável quando ainda assim você está acima da média da turma. Isso simboliza que aquela prova foi mais difícil do que o normal.

Ter uma performance negativa é ruim, mas justificável quando se está acima dos benchmarks que fazem sentido. Isso simboliza que aquele período teve mais turbulência do que o normal, mas você está conseguindo segurar as pontas.

O objetivo do investidor deve ser ter altas rentabilidades em momentos de alta do mercado e ter pequenas perdas em momentos de turbulência.

Óbvio que seria ótimo lucrar sempre, mas o mercado é volátil e é ingênuo pensar que sempre estará positivo. No longo prazo, vai haver perdas em alguns momentos.

O importante é sempre estar acima dos benchmarks de comparação, ou seja, no exemplo do colégio, seria tirar nota sempre acima da média da turma.

Tem um motivo para isso.

Porque é importante estar acima dos benchmarks

Existem formas simples de se reproduzir a performance de benchmarks conhecidos.

Quer replicar o Ibovespa? Invista nos ETFs BOVA11, BOVV11 ou …
Quer replicar o S&P500? Invista nos ETFs IVVB11, SPX11…
Quer replicar a Selic? Invista em Tesouro Selic.

Não sabe o que é um ETF? Dá uma lida nesse texto aqui.

No mundo dos investimentos, existe uma forma fácil de ficar na média da turma. Por isso é importante sempre olhar a sua carteira em comparação com os benchmarks.

Se estiver perdendo para os benchmarks e não tiver um motivo sólido para esse cenário mudar, existe sempre a possibilidade de investir passivamente nesses benchmarks.

Como comparar com Benchmarks e saber se estou investindo bem?

Existem várias formas de se comparar sua carteira com benchmarks de mercado. A melhor e mais simples é usando o Real Valor.

A ideia do Real Valor é trazer gráficos e tabelas de simples entendimento para o investidor ficar por dentro de tudo que está acontecendo com seu patrimônio.

Dentre as funcionalidades do Real Valor, uma é mostrar a performance da carteira em relação com diversos benchmarks.

investindo bem grafico benchmark

Essa visão não é só mostrada para a carteira total, mas também as alocações em categorias, como Ações (Br e US), Renda Fixa, Fundos, Criptomoedas, etc.

E também é possível ver produto por produto.

Como extrair o máximo de seus investimentos

As vezes a gente tem a dúvida se estamos extraindo o máximo de nossos investimentos. Eu acho que mais importante do que olhar para isso é ver se os investimentos estão trazendo um retorno dentro do projetado para alcançar as suas metas pessoais.

selective focus photography of an arrow - metas- financeira para saber se está investindo bem

É como emagrecer. O importante não é seguir a dieta mais otimizada possível. O que importa é que você emagreça na velocidade que você definiu como aceitável.

Com investimentos é parecido.

Sempre tem formas de aumentar a rentabilidade. É sempre possível olhar para a performance da carteira e achar que poderia estar rendendo mais.

Já mostrei ali acima que é importante sempre estar acima dos benchmarks (porque você consegue investir com rentabilidade igual a eles sem muito esforço), mas o quanto a mais é satisfatório?

Quem vai dizer isso é o seu planejamento financeiro.

Mais importante do que olhar para o valor absoluto é compará-lo com o valor esperado.

Se para o seu planejamento de aposentadoria você precisa de uma rentabilidade de 10% ao ano e está performando 8%, você precisa extrair mais dos investimentos, ou compensar com mais aportes para conseguir na meta de dinheiro no tempo definido.

Se para o mesmo planejamento de aposentadoria você está performando 12%, faz sentido ficar pensando se você está extraindo o máximo da sua carteira? Na minha humilde opinião não.

Não quer dizer que eu sou conformista e me contento com rentabilidades baixas. Apenas que se você está dentro da sua meta, não tem motivos para esquentar muito e deixar a ansiedade tomar conta.

Em gestão fala-se que um problema é a diferença entre a meta e o real. Se existe essa diferença, há um problema e é importante resolvê-lo. Se o real é maior do que a meta, não esquente. Priorize onde os problemas estão.

Você já tem um planejamento de quanto precisa fazer de rentabilidade para alcançar a sua independência financeira? Tá esperando o que?

Quer um texto explicando como eu fiz a minha? Deixa seus comentários aqui embaixo.

banner-real-valor
196 / 205