fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Hering foi comprada. O que!? Como? O que acontece agora?

Depois ter recusado negociação com Arezzo, hoje saiu o anúncio que o grupo soma comprou a Hering. Ao comunicarmos essa notícia no nosso canal do Telegram, um usuário chamado Andrew levantou uma questão: como fica para os acionistas agora?

Decidi escrever esse texto para responder a dúvida do Andrew, que pode ser a dúvida de muitos outros.

Acho que mais enriquecedor do que simplesmente dar a resposta, vale passar por alguns pontos:

  • Como uma empresa listada é adquirida
  • Como foi essa aquisição
  • E agora, como fica para acionistas Hering, acionistas Soma, para a Hering e para o Grupo Soma

Como uma empresa listada é adquirida

Quando uma empresa enxerga muitas sinergias em outra, pode fazer sentido se fundir ou comprar essa empresa. Daí o nome “Fusões e Aquisições” ou M&A (do inglês, Mergers and Acquisitions).

Talvez não exista exemplo melhor para falar do tema do que a nossa velha conhecida Ambev.

No ínicio, existiam duas cervejarias que viram vantagens em se fundirem: a Brahma e a Antártica. Em 2000, elas se fundiram, criando a AmBev.

Em 2004, a Ambev se fundiu com a Interbrew, que era a fabricante da Stella Artois. Com a fusão de Ambev com Interbrew, nasceu a Inbev.

Em 2008, mais uma fusão: a Inbev se fundiu com a Anhauser-Busch, fabricante da Budweiser. Com a fusão, se formou a AB-Inbev.

Em 2016, a AB-Inbev comprou a SABMiller.

Todas essas empresas em questão eram abertas em bolsa e foram compradas ou fizeram uma fusão.

Essa aquisição da Hering pelo Grupo Soma é apenas mais um caso de empresa listada que é comprada.

Mas chega de historinha e vamos a o que realmente interessa:

Existem basicamente duas formas de uma empresa listada ser comprada por uma outra empresa:

  • Oferta pública de aquisição (OPA)
  • Troca de ações (stock swap)

Oferta Pública de Aquisição (OPA)

Se a compradora tem dinheiro em caixa, ela pode fazer uma operação um pouco mais simples. Ela faz uma oferta para comprar todas as ações que tem no mercado com um prêmio.

Existem vários potenciais complicadores nessa situação que eu prefiro não entrar mais a fundo pelo motivo de manter o texto de simples entendimento.

Esse tipo de operação é mais comum para quando uma empresa quer fechar o capital em bolsa e, para isso, precisa comprar todas as ações em livre circulação.

Isso aconteceu quando a Souza Cruz (empresa de cigarros que era queridinha da bolsa por pagar muitos dividendos) foi comprada pela BAT.

No caso, a BAT pagou um prêmio de 13% em relação ao preço da ação. O que significa que o acionista vendeu sua ação 13% mais cara do que o preço de mercado.

Troca de ações

Muitas vezes a compra envolve valores altíssimos. Para se ter ideia, a Hering está sendo comprada por 5 bilhões de reais. Quando os dois lados querem, não é a falta de dinheiro em caixa que vai emperrar a negociação.

Existe a possibilidade de trocar ações.

Estabelece-se um preço para as ações da empresa adquirida e da empresa que está adquirindo.

Assim, faz-se a equivalência de cada uma de modo com que cada acionista da empresa adquirida receba a quantidade de ações da empresa compradora que faça o valor final equivaler a quanto ele merece.

Nesse caso, no fim da operação, o acionista da empresa adquirida deixa de ter ações da empresa adquirida e passa a ter ações da empresa que adquiriu.

Foi o que aconteceu com o acionista da CETIP quando ela se fundiu com a BMF & Bovespa. As ações da Cetip foram convertidas em ações da BMF & Bovespa (BVMF3 e BVMF4), que mais tarde mudou de nome para B3 (B3SA3).

O caso da Hering é esse. O acionista da Hering vai receber R$ 9,630957 em dinheiro à vista 10 dias úteis depois do fechamento da operação além de 1,6251 ação ordinária de emissão do Grupo Soma. Isso avalia a ação da Hering em aproximadamente R$32,54.

Para você ter ideia, ela fechou em R$22,68 na sexta feira passada.

É isso que explica o porque dessa ação (HGTX3) ter saltado mais de 26% em um dia. A pessoa que comprar essa ação a menos de R$ 32,54 teoricamente está saindo no lucro.

A explicação da ação do grupo Soma (SOMA3) estar caindo é que a empresa está pagando um valuation de R$5,1 bi numa empresa que até poucos dias atrás valia R$2,7 em bolsa. A explicação do Grupo Soma estar fazendo isso é por acreditar nas sinergias. É o clássico caso onde 1+1 dá 3 ou até mais.

A operação será feita da seguinte forma:

Cada acionista da companhia Hering irá receber – após dez dias úteis contados do fechamento da operação – R$ 9,630957 em dinheiro, a ser pago à vista, em parcela única, além de 1,63 ação ordinária de emissão do Grupo Soma, dono da Farm e da Animale. Considerando a cotação do último fechamento da Soma, a transação avalia a ação HGTX3 em cerca de R$ 32,54, 90% acima do valor das ações da Hering antes de ser revelada a oferta feita pela Arezzo.

Conclusão

Para o acionista do Grupo Soma, a única coisa que mudou foi que sua ação caiu devido ao fato da empresa estar pagando o que o mercado entende como um valor mais alto do que vale para adquirir a Hering.

Mas por outro lado, esse movimento só foi feito porque a alta direção acredita que essa aquisição estratégica pode alavancar os negócios do grupo.

Para o acionista da Hering, o que muda é que ele vai receber em breve R$ 9,63 por ação e mais 1,63 ação ordinária de emissão do Grupo Soma por ação de HGTX3 que ele detinha.

No total, essa parcela de dinheiro e de ação faz com que seu papel de HGTX3 seja avaliado em aproximadamente R$32,54.

Deu para entender o que aconteceu? Ficou alguma dúvida? Gostou do texto? Deixa um comentário!

Alias, decidi fazer um teste para saber quantas pessoas leem até o final. Leu até o final? Deixa um comentário aqui embaixo!

Para acompanhar as suas ações, você pode usar o Real Valor. Disponível em Android, IOS e na Web.

246 / 254