fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Investir por conta própria é para você?

Há muito tempo numa galáxia distante surgiu o universo dos investimentos, mas isso foi há muito tempo e hoje em dia esse universo não precisa mais ser tão distante assim de você! 

post-real-valor-investir-por-conta-própria

Fazer investimentos é entender qual a melhor forma que o dinheiro vai render de acordo com a sua realidade e suas metas.

Você pode investir para alcançar um sonho –  por exemplo fazer uma viagem, comprar um carro, um apartamento –, e/ou para garantir uma segurança financeira no futuro. 

Além disso, com as alterações em relação ao mercado brasileiro e a previdência no Brasil, é cada vez mais importante ter controle dos seus investimentos e do seu futuro financeiro. 

Investir é para mim?

Ainda tem uma grande parcela da população brasileira que acredita que investir é para pessoas ousadas, que compram ações na bolsa de valores, e aí acabam deixando o dinheiro parado ou na poupança (já falamos sobre isso aqui).  

Existem várias formas de investimento: CDB (Certificado de Depósito Bancário), imóveis, bitcoins, fundos, ações em bolsa, títulos públicos, debêntures, LCI, LCA.

Opção é o que não falta.

No final, o objetivo é fazer render o dinheiro investido e isso pode acontecer de maneiras diversas, com diversos produtos, através de bancos, assessorias ou investir por conta própria.  

O que é melhor: escolher uma assessoria  ou investir por conta própria?

post-real-valor-investir-por-conta-própria

Como já escrevi em um outro post aqui, o brasileiro passa em média 16 anos em sala de aula antes de entrar na faculdade, e, dificilmente aprende sobre educação financeira.

Assim, a maioria das pessoas não entende com funciona o processo de investimento, taxas, impostos, retornos, produtos, entre outros detalhes. É aí que muita gente recorre às assessorias de investimento. 

Se você for do time que quer seguir por conta própria, traçar suas próprias estratégias, fique tranquilo que isso também é possível fazer.

Atualmente, tem muita informação útil na internet, cursos diversos e aplicativos que te auxiliam no controle do seu investimentos. 

Quer saber se isso para você? Acompanhe o raciocínio

Primeiro passo: invista em conhecimento

Se você vai seguir com uma assessoria ou investir por conta própria, o meu primeiro conselho é: estude! 

Independente da sua escolha, é muito importante que você saiba como o mercado funciona, afinal de contas é o seu dinheiro que está em jogo. 

Se você tiver a oportunidade de fazer um curso, vai ser uma boa pedida.

Todo conhecimento adquirido é um investimento de longo prazo e você ficará muito mais seguro para tomar suas decisões.

Na internet tem muita informação, mas é importante ficar de olho para saber se a fonte é confiável.

Outra coisa que você pode, e, deve fazer é conversar com pessoas do mercado, buscar treinamento, dicas, livros de referência. Saiba como as operações de renda fixa e renda variável funcionam e como proceder para ter rendimentos de forma segura e efetiva.

Não esqueça de procurar informações sobre as taxas e os impostos cobrados. Entender como você deve gerenciar essas taxas é muito importante.

Você é o responsável pelo seu resultado

Investindo por conta própria significa que você vai analisar e fazer suas escolhas em relação onde, quanto, por quanto tempo vai aplicar seu dinheiro.  

Você se torna responsável pelo resultado obtido, sejam eles positivos ou não.

Isso reforça a importância de você ter um bom conhecimento do mercado e como ele funciona para que aplique seu dinheiro da forma mais rentável para sua realidade.

Liberdade para investir

Defina sua estratégia financeira de acordo com seu perfil!

Importante aqui é você saber o seu objetivo e definir se seu investimento vai ser de curto, médio ou longo prazo. Decida se prefere um fundo mais conservador ou se abrirá parte do capital para rendas variáveis, por exemplo.

Também é possível decidir o quanto será direcionado das suas economias para cada investimento e quando deseja fazê-los.

Saiba como fazer balanceamento da sua carteira.

Controlar os custos também é uma vantagem. Você saberá o quanto pode gastar com taxas e impostos e não precisará, necessariamente, pagar as taxas de administração de uma assessoria.

Saiba onde investir

Antes de continuar, quero propor um pacto com você: esquece a poupança!

Aqui tem 3 (bons) motivos para você sair dela.

Se você não quer se arriscar, a renda fixa é uma ótima alternativa para quem está começando ou tem pouca experiência no mercado financeiro.

As aplicações incluem Certificado de Depósito Bancário (CDB), Tesouro Direto, LCI e LCA, Fundos de Renda Fixa, entre outras.

É importante você saber que a rentabilidade, provavelmente, não será tão competitiva quanto outras formas mais arrojadas de investimento.

Por isso, é importante diversificar sua carteira.

Você tem opções diversas como fundos de investimento, ações na bolsa de valores e até as bitcoins, famosas moedas digitais.

Pense no futuro

Muitos investidores têm objetivos de curto e médio prazo como falei no começo do post (fazer uma viagem, comprar uma apartamento).

Mas é importante levantar aqui uma questão que vem preocupando algumas pessoas que são as mudanças que estão acontecendo no mercado brasileiro.

A forma de contratação de pessoas está mudando, muita gente está deixando de ter a carteira assinada e se tornando PJ (Pessoa Jurídica). A previdência vem passando por reformas.

Por isso, é cada vez mais importante que você tenha a sua independência financeira, pensando lááááá na frente.  

As aplicações de longo prazo como a Previdência Privada podem ser uma alternativa para que você tenha um retorno no futuro com maior segurança para você e sua família.

Acompanhe seus investimentos

Independente se a sua opção vai ser investir por conta própria ou através de uma assessoria, é importante você criar o hábito de acompanhar seus investimentos.

Assim você consegue saber como a sua carteira está performando em relação aos índices de mercado, consegue fazer um melhor planejamento financeiro e acompanha as variações do mercado.  

Além disso, tudo que pode ser medido, pode ser melhorado. Ou seja, ao acompanhar os seus investimentos você consegue tomar melhores decisões em relação a sua carteira.

Não deixe de acompanhar os seus investimentos com o Real Valor. Acesse nosso site e saiba mais.

89 / 152