fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

ITUB4, SANB11 e BBDC4: como foram os resultados dos GRANDES BANCOS BRASILEIROS?

Na última semana tivemos a temporada de balanços dos grandes bancos privados brasileiros Itaú (ITUB4), Santander (SANB11) e Bradesco (BBDC4).
Larissa Quaresma, analista da Empiricus, traz a comparação dos resultados dos bancos.

Você sabia que as ações de grandes bancos foram as mais compradas pelos usuários do Real Valor em Abril? Veja aqui!

Para começar, iremos observar 4 pontos principais:

  • Receita de crédito;
  • Receita de serviços;
  • Despesas;
  • Rentabilidade.

Na receita de crédito, o Itaú (ITUB4) ficou para trás em relação ao Santander (SANB11) e Bradesco (BBDC4). Outro ponto a ser observado é a inadimplência, que vem diminuindo trimestre após trimestre nos três bancos.

Mas o tópico que merece nossa atenção é a margem financeira, que resulta das taxas cobradas pelos empréstimos.

O Itaú vem decrescendo e deteriorando essa margem, enquanto os outros dois bancos vem aumentando-a cada vez mais. Esse ponto é composto por outras duas sublinhas: a primeira é margem financeira com o mercado, que depende mais da oscilação da curva de juros do que da perfomance e capacidade de execução efetiva.

A segunda é a margem financeira com os clientes, que depende da diferença entre a taxa paga pelo banco na captação dos clientes e a taxa cobrada nos empréstimos. Quanto maior for essa diferença, maior fica a margem financeira. Observando o Itaú vemos uma queda forte nesse ponto, enquanto Santander e Bradesco vem caindo mais lentamente.

Com relação à receita de serviços e despesas, nos últimos dois trimestres, o Santander foi o único que conseguiu entregar um resultado expressivo na linha de receita. Enquanto isso, Itaú e Bradesco tem quedas acentuadas.

Já no ponto das despesas operacionais, ou seja, despesas não decorrentes de inadimplência, tanto Bradesco quanto Santander vem diminuindo esse índice. O Itaú vem oscilando esse número durante os trimestres, causando mais destruição de valor pro acionista.

Por fim, todos esses pontos culminam no nosso principal ponto de interesse, o lucro líquido. Aqui também é importante lembrar que o três bancos tem tamanhos diferentes e o Santander é considerado menor.

O lucro líquido do Itaú e Bradesco vem caindo de um ano pra cá. Porém, nesse trimestre observamos um aumento acentuado. Por quê?

No primeiro trimestre do ano passado os bancos fizeram um reforço das provisões de inadimplência, portanto, esse aumento pode ser considerado “fake”. Por outro lado, o Santander fez esse movimento no segundo trimestre do ano passado e a partir de então, vem conseguindo crescer seu lucro trimestre após trimestre.

Diante de tudo isso, é possível entender os últimos movimentos que vimos com relação às ações destes 3 grande bancos. Ou seja, no dia de soltar os resultados a ação de Santander subiu, enquanto a ação de Itaú e Bradesco caíram.

255 / 265