fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Mais um ponto percentual: nova taxa Selic hoje em 6,25%

Se você acompanha o mercado financeiro, sabe que hoje foi dia do COPOM divulgar a nova taxa SELIC. Com o consenso de que a inflação vai estourar o limite do teto da meta, o Banco Central vem trabalhando para que as projeções do IPCA recuem e já prevê aumento para a próxima reunião do Comitê.

Mas afinal, o que isso muda na sua vida?

Hoje, pela segunda vez consecutiva esse ano, a taxa SELIC dá um salto de 100 pontos base. Além disso, essa é a maior taxa desde outubro de 2019. 

Com as crescentes pressões inflacionárias, as incertezas em relação ao cumprimento do teto de gastos e os riscos de racionamento de energia, o Copom tem se concentrado na ancoragem das expectativas para 2022. Segundo o último relatório Focus, divulgado na segunda (20), o mercado trabalha com a Selic chegando a 8,25% ao término desse ano.

O mercado já esperava por esse salto, inclusive parte dos investidores, chegou a pensar em um aumento ainda mais intenso da taxa básica de juros nesta quarta-feira, de 1,25 ponto.

No entanto, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, deu declarações afirmando que “não irá mudar o plano de voo” a cada dado divulgado,

O que tudo indica é que a taxa continue subindo e o mercado entende que é o processo de normalização dos juros emergentes.

Por que a Selic varia?

No Brasil existe um sistema de metas para a inflação e a principal ferramenta de controle da inflação é a taxa Selic. O Banco Central busca manter a inflação num patamar que ajude no crescimento do país e não fuja do controle para cima nem para baixo. É com esse objetivo que acontecem as reuniões do Copom.

Inflação significa alta generalizada dos preços. Isso acontece quando tem muito dinheiro em circulação.

Todo mundo começa a cobrar mais caro pelos seus bens e serviços num efeito cascata.

Uma forma de controlar a inflação é criando incentivos para a população investir esse dinheiro ao invés de gastar. Sendo assim, é possível tirar uma parte desse dinheiro de circulação e controlar um pouco os preços.

Por que aumentou a SELIC?

Estamos em um momento em que a inflação está acima do teto da meta. 

Para você ter ideia, desde o segundo semestre de 2020, temos convivido com maiores pressões inflacionárias. Isso se deu, entre outras coisas, por conta da alta nos preços das commodities (encarecem os custos, em especial alimentos e combustíveis), da quebra da cadeia de suprimentos (desbalanceia oferta e demanda) e da desvalorização do real, sem falar da geada, que mais recentemente vem afetando os preços de energia.

Então, o Banco Central está atuando para normalizar a taxa de juros e estabilizar o poder de compra. 

Historicamente ainda estamos em patamares expansionistas de taxa de juros até mesmo porque estamos abaixo do que se entende como uma taxa de juros neutra da economia nacional. Até o final do ano, a expectativa é de que a Selic deve caminhar para algo em torno 8,25%, segundo último relatório FOCUS. 

Endereçando a questão da inflação para o ano que vem, uma vez que para 2021 o Banco Central já encara essa como uma batalha perdida.

Quais são as consequências práticas do aumento da SELIC pros investimentos?

No curto prazo a gente pode ter uma atratividade maior de renda fixa frente a bolsa. O gráfico abaixo mostra um pouco de correlação entre Selic e Ibovespa. Pode perceber que geralmente quando a Selic cai a bolsa sobe e vice-versa, ou seja, as pessoas tendem a buscar investimentos mais focado em renda fixa com a Selic mais alta.

Isso é positivo para o longo prazo. Se o Banco Central agora faz um ajuste mais tempestivo, como tem feito de fato, ele abre espaço para que as expectativas se alinhem melhor e o cenário fique mais arejado para investimentos de longo prazo

Além disso, com o aumento da taxa de juros, aumenta o diferencial de juros com objetivo de atrair capital pro Brasil e valorizar a moeda.

Como o real está bastante desvalorizado, a bolsa brasileira acaba ficando atrativa para o investidor estrangeiro.

O Banco Central americano manteve a taxa de juros entre 0 e 0,25% , então, é possível que a bolsa brasileira comece a ficar cada vez mais sedutora para o gringo.

Sendo assim, a taxa Selic hoje mais alta joga, no curto prazo, contra o Ibovespa, mas o câmbio desvalorizado e os juros baixos lá fora jogam a favor.

O que fazer então?

Mais importante que tentar prever qual investimento vai foguetar, é criar uma carteira diversificada a ponto de ter uma rentabilidade boa sem precisar prever o futuro. Além disso, importante acompanhar os investimentos de perto.

Controle e acompanhe seus investimentos com eficiência e praticidade. Baixe agora o App do Real Valor – e veja o desempenho da sua carteira e tomar melhores decisões.

banner-real-valor
324 / 377

Leave a Reply

Required fields are marked