fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Mosaico na B3. O que isso significa para o Brasil?

\[\] Mosaico estreou na B3 hoje. Para quem não conhece, é a holding controladora do Buscapé, Zoom e Bondfaro. Esse IPO dá esperança ao brasileiro de conseguir investir em empresas tupiniquins de tecnologia.

Resultado de imagem para mosaico ipo

Nos últimos meses temos visto um movimento inédito. Empresas tech brasileiras entrando na bolsa. O brasileiro que antes precisava investir em BDRs ou abrir contas em corretoras americanas para investir em empresas de tecnologia de lá finalmente começa a ter opções brasileiras.

Mas qual o motivo de eu estar tão animado com essa potencial virada de chave para tecnologia na bolsa brasileira?

Primeiro vamos dar uma olhada no cenário mundial.

Juro que vou dar uma volta que vai parecer que eu mudei de assunto, mas no fim, tudo vai fazer sentido!

Apple, Microsoft, Amazon x Bovespa

Apple, Microsoft, Amazon, com seus mais de 1 trilhão de dólares de valor de mercado valem mais do que todas as ações da B3 juntas.

O mais impressionante é que não estou falando do Ibovespa, mas sim das empresas da Bovespa (atual B3).

 

 

Não sabe a diferença entre Ibovespa e Bovespa? Dá uma olhada nesse post aqui do blog.

Todas as 348 empresas negociadas na B3 hoje valem, juntas, R$ 988,1 bilhões. Dentre as principais empresas da B3, destacam-se:

 

 

Empresa (top 10) Valor em R$ bilhões Valor em $ bilhões
VALE477,989,5
PETROBRAS379,771,1
ITAUUNIBANCO265,449,7
AMBEV S/A246,746,2
BRADESCO210,439,4
WEG186,134,8
MAGAZ LUIZA166,731,2
SANTANDER BR152,628,6
REDE D´OR141,026,4
B3129,624,3
   
Total de todas as empresas                   2356,00                     441,01

Um fato a ser levado em conta é que o Real desvalorizado frente ao dólar acaba desvalorizando também as ações da Bovespa.

Para se ter uma ideia, em 08/2018, as 10 maiores empresas do Ibovespa valiam juntas R$1,812 trilhão, o que equivalia $ 487 bilhões.

No final de 01/2021, as 10 maiores empresas do Ibovespa valiam mais em reais: 2,356 trilhões, mas ao mesmo tempo, valem menos em dólares: 441 bilhões.

Resumindo:

  • Em 08/2018, top 10 Ibovespa valiam R$1,812 trilhão e em 01/2021, valiam 2,356 trilhão
  • Em 08/2018, top 10 Ibovespa valiam $487 bilhões e em 01/2021, valiam $441 bilhões

Apesar das empresas terem crescido em real, elas diminuíram em dólar.

Isso acontece porque para calcular o valor de mercado de uma empresa em dólar, dividimos o seu valor em Real pela cotação do dólar.

$$ \frac{Valor\ de\ mercado\ em\ R\$}{Cotacao\ do\ U\$} $$

Quando o dólar sobe, o valor da empresa brasileira em dólar desce.

As maiores empresas estão nos maiores mercados

Hoje as 3 maiores empresas da bolsa americana são Microsoft, Apple e Amazon. Elas são do mercado de tecnologia.

Hoje não temos um ecossistema grande de empresas de tecnologia brasileiras abertas em bolsa, mas Mosaico e outras estão ajudando a mudar isso.

Antes, outras empresas de outros mercados foram as maiores do mundo em sua época.

O que elas tem em comum? As maiores empresas do mundo costumam estar imersas nos mercados de maior crescimento daquele momento.

Vamos dar uma olhada nas empresas que atingiram recordes de valor de mercado. A primeira empresa a valer $ 1 milhão, depois a primeira a valer $ 10 milhões e por ai vai.

Bank of North America (1781)

A primeira empresa a atingir o patamar de U$ 1 milhão em valor de mercado. Foi, também, o primeiro IPO da história dos EUA.

Bank of the United States (1791)

A primeira empresa a atingir o patamar de U$ 10 milhões em valor de mercado também foi um banco, assim como o Bank of North America.

New York Central Railroad (1878)

primeira empresa a valer 100 milhões de dólares

A primeira empresa a atingir o patamar de U$ 100 milhões em valor de mercado deixou os bancos para trás e foi responsável por conectar fisicamente os Estados Unidos através de ferrovias.

AT&T (1924)

primeira empresa a valer 1 bilhão de dólares

A primeira empresa a atingir o patamar de U$ 1 bilhão em valor de mercado foi responsável por conectar os Estados Unidos através de linhas telefônicas.

General Motors (GM) (1955)

GM - Primeira empresa a valer 10 bilhões de dólares

A primeira empresa a atingir o patamar de U$ 10 bilhões em valor de mercado foi responsável por encurtar as distâncias para os americanos com seus carros.

General Electric (GE) (1995)

Ge - Primeira empresa a valer 100 bilhões de dólares

A primeira empresa a atingir o patamar de U$ 100 bilhões em valor de mercado.

Apple (2018)

Apple - Primeira empresa a valer 1 trilhão de dólares

A primeira empresa a atingir U$1 trilhão em valor de mercado. A primeira empresa de tecnologia a aparecer na lista.

Olhando para essa lista, tiramos algumas conclusões:

Empresas tem crescido cada vez mais rápido

Mosaico pode ter rapido crescimento

O tempo necessário para atingir o próximo patamar vem encurtando. Demorou 143 anos para uma empresa passar de U$1 milhão para U$1 bilhão e só 94 anos para ir de U$1 bilhão para U$ 1 trilhão.

Isso dá a entender que é possível vermos uma empresa valendo um quatrilhão de dólares ainda no século 21.

Os setores em alta mudam

No século 19 os bancos reinaram, no século 20 foram as indústrias e agora no século 21 estamos na era da tecnologia.

Geralmente as empresas do setor que está em alta conseguem atrair os maiores talentos. Isso pode ser visto hoje com as empresas de tecnologia como Apple, Google, Amazon, Facebook, Netflix, etc.

As brasileiras estão nos setores de alta dos séculos passados

As principais empresas brasileiras são basicamente indústrias ou bancos, como foi mostrado na tabela acima. Esses foram os principais setores dos séculos passados. Hoje, o principal setor no mundo é outro: tecnologia.

QUER SABER EMPRESAS QUE ESTÃO FORA DO RADAR E COM POTENCIAL DE CRESCIMENTO? VEJA AQUI COMO

Para se ter uma ideia, a maior empresa de tecnologia brasileira hoje (segundo a classificação da B3 para empresas de tecnologia) é a Locaweb em 67º lugar em valor de mercado na bolsa.

Podemos citar alguns exemplos que tem tecnologia como forte motor de crescimento, como Magazine Luiza vindo antes, em 7º. Mas a verdade é que ela não é uma empresa puramente de tecnologia.

Antes que você me questione de por que Amazon ser considerada de tecnologia e Magazine Luiza não (na minha opinião), saiba que grande parte da receita da Amazon vem da AWS, que é um serviço de computação em núvem.

A questão que fica é: será que as empresas brasileiras de tecnologia vão sobrepor as indústrias e os bancos enquanto o setor em alta ainda é o de tecnologia?

Mosaico e a virada de chave dos IPOs no Brasil

Nos últimos meses a gente começou a ver algumas empresas de tecnologia fazendo IPO no Brasil.

Foi o caso de Meliuz, Enjoei, Locaweb e mais recentemente (na verdade, hoje), Mosaico.

Parece ser uma virada de chave. Finalmente as empresas de tecnologia do Brasil estão chegando à bolsa.

O investidor gosta de empresas com potencial de crescimento exponencial. As empresas tech tem esse potencial inato pelo simples motivo de serem escaláveis.

Para a Vale dobrar a receita, precisa investir em infraestrutura, em pessoal, em novas minas, novos equipamentos e por aí vai. É um processo que demanda tempo.

Para uma empresa de tecnologia dobrar a receita, o caminho é mais curto. Geralmente uma empresa de tech consegue dobrar de clientes sem precisar de grandes acréscimos à equipe ou comprar maquinário, aumentar escritório, etc.

Geralmente o maior custo nesse crescimento é em servidores. Número de clientes dobrou? Dobre o tamanho do servidor. Estou fazendo uma simplificação para passar a ideia global.

Espero que com a entrada de Mosaico e outras empresas tech na bolsa, outras empresas sigam o mesmo caminho porque é o jeito do Brasil começar a sair da era dos Bancos e Indústrias e entrar na era de tecnologia.

Para encontrar análise sobre essa e outras empresas confira aqui!

banner-real-valor
212 / 348

Leave a Reply

Required fields are marked