Cientistas finalmente explicaram porque é difícil sair da poupança

Começar a investir é uma tarefa complicada. Mesmo tendo um benefício muito claro (ter mais dinheiro no futuro), as barreiras simplesmente parecem ser muito grandes. Tem que aprender sobre o mercado, estudar o básico dos investimentos, estudar as corretoras, acompanhar os investimentos e por aí vai.

O resultado é que muitos continuam com o dinheiro na poupança e fogem dos investimentos.

Quando o investidor sai da poupança e vai para outros produtos, ele começa a ver o resultado e tudo fica muito mais fácil. Dá para ver o dinheiro se multiplicando. O problema é que transpor essa barreira da poupança e começar a investir de fato é bem complexo na prática.

Por quê começar é tão difícil?

Tabu do dinheiro

Existe um tabu de se falar de dinheiro. As pessoas simplesmente se fecham para esse assunto, fazendo com que muitas vezes nem queiram falar sobre o tema. Isso faz com que a falta de conhecimento a respeito do mercado financeiro seja grande o suficiente a ponto da pessoa simplesmente não querer nem saber mais do que se trata, porque “conhece uma pessoa que perdeu tudo em bolsa”.

Nesse aspecto, influenciadores como Nathalia Arcuri, O Primo Rico, Gustavo Cerbasi e outros vêm fazendo um excelente trabalho em direção de quebrar esse tabu de falar de dinheiro e de investimentos.

Complexidade

Complexidade dos investimentos

Sim, o mercado financeiro não é a coisa mais simples do mundo. Quando você soma isso ao item anterior: Tabu do dinheiro, as coisas se complicam muito.

Como a educação financeira no Brasil é muito incipiente, a pessoa que começa a investir geralmente não compreende muitos conceitos e acaba tendo que dar uma estudada mais a fundo.

Ter Pouco dinheiro

Também é comum ver pessoas alegando terem pouco dinheiro e não investirem por isso. “Só tenho R$5.000. Quando tiver mais eu começo”. Isso é uma falácia porque geralmente essa pessoa já investe, só que na caderneta de poupança. E ela poderia ter uma rentabilidade 42% maior em tesouro direto, com o mesmo risco.

Não sabe como funciona investir em tesouro direto? Clique aqui e aprenda com o melhor guia da internet

O verdadeiro motivo

Quando você olha a fundo a dificuldade de investir, você percebe que esses motivos que eu citei são fortes, mas não suficientes.

Ter pouco dinheiro não é desculpa para não começar porque eu converso com usuários e sempre vejo pessoas com menos de R$5.000 investindo.

Falta de conhecimento não é desculpa porque conheço amigos que fizeram economia, manjam de investimento e simplesmente não investem.

O caso mais emblemático para mim é do Pedro, um amigo meu (leitor do blog, inclusive).

Ele:

  1. Ganha mais do que gasta (então sobra um pouco todo mês)
  2. Entende o básico de investimento: sabe como investir num cdb, num tesouro direto, num fundo.
  3. Tem conta em 3 corretoras

E mesmo assim nunca transferiu dinheiro para lá para começar a investir. Sempre conversei isso com ele para tentar entender o por quê dele não investir.

Esses dias estava lendo o livro Misbehaving, do economista comportamental Richard Thaler e ele falou de uma coisa que finalmente explica o motivo real pelo qual Pedro ainda não começou a investir.

Viés de Status Quo

Richard Thaler explica que o motivo pelo qual as pessoas tem dificuldade de começar a investir é um comportamento inato do ser humano chamado Viés de Status Quo. É parecido como a primeira lei de Newton para o comportamento humano. O corpo que está em inércia vai permanecer em inércia.

As pessoas simplesmente preferem se manter na inércia: continuar fazendo o que já estão fazendo ao invés de fazer algo diferente. Mesmo quando mudar traz grandes benefícios.

Você pode pensar: “Pô Eduardo, mas isso é óbvio. Se chama preguiça”.

Preguiça de sair da poupança

Mas na verdade estudar mais sobre esse comportamento trouxe um Nobel ao Thaler justamente por quantificar através de estudos quanto isso afeta as pessoas. Além disso, mais importante do que saber que esse comportamento existe é saber como “hackear o seu cérebro para que não aconteça”.

Pense no caso da poupança. Não faz sentido manter dinheiro lá. O Tesouro Selic tem o mesmo risco e paga 42% a mais. Por que ainda tem gente que deixa dinheiro na poupança? A resposta é simples. Viés de Status Quo: simplesmente é mais fácil deixar o dinheiro lá e nem pensar nisso.

Eu estou aqui trazendo esse conceito, mas não se engane: também sofro com ele. Eu geralmente deixo um dinheiro na conta corrente do meu banco. Todo dia eu olhava para esses novos bancos digitais em que sua conta corrente rende 100% do CDI e penso “deveria colocar o dinheiro lá”. Mas a verdade é que eu simplesmente nunca colocava.

Até descobrir a forma de hackear o viés de status quo, é claro.

Hackeando o víes de Status Quo

A forma de fazer o seu cérebro ver realmente a situação como ela é é muito simples. É só você reverter a lógica e ver a sua reação.

Vamos ao exemplo do meu dinheiro na conta do banco que não rende.

Deixar R$2.000 parados na conta corrente significa que eu estou deixando de ganhar R$128 por ano (rentabilidade de 100% do CDI). Não parece o suficiente a ponto de me fazer criar outra conta e migrar o dinheiro. É ai que entra a situação inversa.

Se eu tivesse R$2.000 numa conta que rende 100% do CDI, eu aceitaria pagar R$128 por ano para usar a conta do meu banco hoje?

ÓBVIO QUE NÃO.

Isso significa que o serviço que eu tenho no banco não vale esses R$128 que eu deixo de ganhar ao estar nele. Eu só continuo lá porque é simplesmente muito mais fácil.

vies de status quo faz sentido

No momento que eu descobri esse exercício mental (essa semana) eu abri uma Nuconta e transferi meu dinheiro para lá. Hoje meu dinheiro parado rende 100% do CDI.

Isso é uma ferramenta mental que quem tem dinheiro na poupança PRECISA usar. Porque ela faz com que a barreira de tirar o dinheiro de lá desapareça. A pessoa que tem R$10.000 na poupança deixa de fazer R$192 por ano. Se ela investisse no tesouro direto, você acha que ela estaria disposta a pagar R$192 por ano para voltar para a poupança? Claro que não. Isso só confirma que não é uma questão de achar a poupança boa ou segura ou simples… é apenas o viés de status quo fazendo com que o ser humano opte pelo que ele já vem fazendo.

E você? Ainda investe em poupança? Por pouco tempo né 😀? Dá uma lida no meu post de tesouro direto e tire o dinheiro de lá!

66 / 76