fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

O que não te falaram do IPCA+

\[\]O título IPCA+ é muito famoso pelos investidores do tesouro direto porque ele rende mais do que a inflação. Dessa forma, o investidor tem sempre uma rentabilidade maior do que a inflação. Mas tem uma coisa que ninguém te fala que faz com que esse título renda menos do que o esperado.

Antes de mais nada, vamos dar uma recapitulada no que é rentabilidade real.

Rentabilidade Real

Todo investidor investe com a intenção de resgatar mais dinheiro no futuro. Uma coisa que muitos acabam esquecendo, é que a inflação faz com que o dinheiro desvalorize no tempo.

Inflação desvaloriza o dinheiro

Por isso, mais importante do que olhar a rentabilidade de um título, é saber quanto esse título se valoriza considerando também a desvalorização do dinheiro pela inflação. Essa é a rentabilidade real.

O cálculo de rentabilidade real é:
$$ 1+ rentabilidade\ real = \frac{1 + rentabilidade}{1 + inflacao} $$

Assim sendo, vamos supor que você fez 10% líquido em 1 ano e a inflação foi de 5%, a sua rentabilidade real foi de:

$$ \frac{1,10}{1,05} = 4,76\%$$

Ou seja, se você tem um investimento que rende 10% ao ano e a inflação no período foi de 5%, você tem uma rentabilidade real de 4,76%. O cálculo não é só diminuir 5% de 10% justamente porque esse é um problema de juros compostos e não simples.

Não sabe o que são juros compostos e juros simples? Dá uma olhada nesse post aqui

Fazendo menos do que você imagina com IPCA+

Hoje (03/01/2019) existem 3 títulos IPCA+ sendo negociados.

Tesouro direto inflação IPCA+
  • IPCA+ 4,36% 2024
  • IPCA+ 4,96% 2035
  • IPCA+ 4,96% 2045

Vamos analisar o IPCA+ 2024. A priori, ele garante 4,36% além da inflação no período. Mas será que é assim mesmo? No resgate do título, uma parcela do lucro é retirada na forma de imposto de renda.

Vamos simplificar ao máximo o exemplo, porque o importante é entender como o IPCA+ pode render menos do que aparenta.

Vamos supor que a inflação anual se manteve a mesma de 2018: 3,69%. Sendo assim, a rentabilidade anual bruta desse título é de 8,21%.

Isso acontece porque a rentabilidade de um IPCA+ não é simplesmente somar IPCA com a rentabilidade do título. Ela segue a seguinte fórmula:

$$ rentabilidade = (1 + IPCA) \times (1 + rentabilidade) = (1,0369) \times (1,0436) = 8,21\%$$

Voltando ao exemplo, temos uma rentabilidade anual bruta de 8,21%. Mas precisamos olhar para a rentabilidade líquida, pois é ela que o investidor coloca no bolso no vencimento. Para facilitar, vamos usar a menor alíquota do imposto de renda: 15%. Tirando 15% de 8,21%, chegamos a rentabilidade líquida de 6,98%.

Quanto isso significa de rentabilidade real?

Como a inflação foi de 3,69% no período, a conta que precisamos fazer é:

$$ rentabilidade\ real = \frac{(1,0698)}{(1,0369)} = 3,17\% $$

Percebeu o que aconteceu aqui? Você contrata um título que rende IPCA+ 4,69% e no final, você só ganha da inflação por 3,17%.

Conclusão

Não tem nada de errado aí. São as regras do jogo. Eu fiz esse texto para chamar a atenção para esse detalhe que muitas vezes passa despercebido. Muitos investidores acabam levando em conta o primeiro número, quando deveriam levar em conta o segundo para o seu planejamento financeiro.

Se você investe R$1.000 por mês ao longo de 10 anos contando que vai fazer 4,69% de rentabilidade real e acabam fazendo 3,17% a diferença financeira é gritante:

No primeiro caso, você teria R$151.940 e no segundo, R$140.652. É por isso que é importante saber dessa pequena nuance dos IPCA+.

Espero que tenha gostado do texto. Se tiver qualquer dúvida, deixa um comentário aqui embaixo.

Já tem títulos IPCA+ e tem dificuldade de acompanhar os seus investimentos? Baixe o app Real Valor.

Acompanhe seus investimentos real valor
55 / 348

5 Comments

  1. Marcus Cabral 03/01/2019 at 7:04 pm

    Praticamente todo investimento de renda fixa tem no mínimo os 15% de IR e a inflação que atinge todos investimentos. Então, não tem como fugir muito disso. Exceto, se for para investimentos de renda variável, mas aí é de perfil de cada investidor.

  2. Raul Santos 03/01/2019 at 8:49 pm

    Muito útil este post! Já havia visto sobre isso em um vídeo, mas não demonstrado com os cálculos. Show de bola!

    Em caso de um aumento considerável do IPCA, esta rentabilidade real seria ainda mais prejudicada devido a cobrança do Imposto de Renda incluí-lo no cálculo de rendimento?

    1. Web 04/01/2019 at 3:13 pm

      Não, o imposto é fixo de 15% nesse tempo.

      Abraços!
      Webber Neto

  3. Igor Santos 04/01/2019 at 3:10 pm

    Achei o post totalmente decepcionante, bem click-bait.
    Como citado em outro comentário, isso acontece com todos os títulos do Tesouro, e com a grande maioria dos investimentos no geral. Por que culpar somente o IPCA+?

  4. Web 04/01/2019 at 3:12 pm

    Claro que este cenário dos títulos do tesourou atrelados ao IPCA, não estão em seu melhor momento, pelo contrário. Essa taxa se tornaria mais interessante acima de 6, como foi antes das eleições. Mas é como os amigos informaram, não tem como sair muito disso na renda fixa.

    Abraços

    Web Neto

Leave a Reply

Required fields are marked