fbpx
Usar de graça Acesse sua conta

Um bom planejamento financeiro pode te ajudar na hora de começar a investir

Se você ainda não investe, vem ler esse texto agora que eu vou te ajudar!

Com um cenário marcado por incertezas como o que vivemos no Brasil, é importante dar atenção ao seu dinheiro e começar a investir para que ele trabalhe para você e renda cada vez mais.  

Antes de continuar, preciso comentar uma informação que eu li esses dias em um relatório da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) que me preocupou:

Uma média de 42% de brasileiros investem em algum produto financeiro, e desses 42%, 88% ainda aposta na poupança.

blog-real-valor-planejamento-financeiro

Você vai me ajudar a mudar esse cenário, né?

Além de não deixar seu dinheiro na poupança, você vai compartilhar com seus amigos que ainda acreditam na poupança esse post aqui: 3 motivos para sair da poupança HOJE.

Agora que fizemos esse primeiro alinhamento, vamos voltar ao planejamento financeiro.

Quando você começa a organizar suas finanças, fica muito mais fácil alcançar seus objetivos, seja uma viagem dos sonhos, estudar fora, comprar um apartamento, casar, dar uma boa educação para os filhos, montar sua empresa, entre outros.

Para ajudar você a ficar mais perto das suas conquistas você precisa ter um bom planejamento financeiro e vou te dar algumas dicas nesse texto.

Preciso fazer outro pacto com você. Quando começar a aplicar seu dinheiro, você não pode esquecer um hábito indispensável: acompanhar sempre seus investimentos para saber como eles estão performando.

Então até agora eu e você temos 3 combinados:

  • Não vamos investir na poupança
  • Vamos fazer um planejamento financeiro
  • Vamos ficar de olho nos investimentos

Fechado?

blog-real-valor-planejamento-financeiro

Vamos seguir o baile, opa, o texto.

Por que você deve investir o seu dinheiro?

Muita gente (mas muita gente mesmo) ainda acredita que investimento é coisa de rico, que é muito arriscado, morre de medo porque acha que só investe quem tem ações na Bolsa de Valores, mas a realidade não é essa.

Fazer investimentos é entender qual a melhor forma que o dinheiro vai render de acordo com a sua realidade e suas metas.

Investir seu dinheiro vai permitir que você fique mais perto de realizar seus sonhos. Além disso, é sempre importante você pensar no futuro para ter mais estabilidade financeira e segurança.

E, ao contrário do que muitas pessoas pensam, você não precisa de muito dinheiro para começar a investir, lembrando que não queremos poupança.

Existem aplicações que você consegue começar a investir R$ 100,00 como títulos públicos do Tesouro Nacional.

Por que o planejamento financeiro é importante antes de começar a investir?

Já dizia o Gato Chesire da Alice:

Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve!

– Lewis Carroll (Alice no País das Maravilhas)
chesire-cat-post-blog-real-valor-planejamento-financeiro

Gênio esse gato! Eu particularmente sou muito fã dele.

Planejamento é importante para termos um norte: quero chegar no lugar X. Sabendo onde se quer chegar, você consegue traçar uma estratégia de como chegar.

Para traçar essa estratégia, é preciso também dar um passo atrás e saber onde estamos. Como assim?

Se você me perguntar qual o melhor caminho para chegar em Búzios, eu, provavelmente vou te responder: Depende! Onde você está?

Se estiver em São Paulo é uma opção, em Cabo Frio, é outra, no Nordeste, é uma completamente diferente. Entendeu meu ponto aqui?

No caso de planejamento financeiro, você precisa saber como andam suas finanças, quanto de dinheiro você quer ter, em quanto tempo e, muito importante, qual a sua sensibilidade de correr riscos (vou explicar mais a frente). 

“Ah mas eu não sei fazer isso”… não se preocupe, vamos fazer um passo a passo a seguir para te explicar melhor.

Como criar um plano de investimentos

Vamos recapitular algumas coisas aqui:

  • Não vamos colocar o dinheiro na poupança (ouvi um amém?)
  • Investir não é só para quem já tem muito dinheiro. É pra mim, pra você, é pra qualquer pessoa
  • Precisamos saber como estão nossas finanças, o que queremos com elas, em quanto tempo realizar nossos objetivos.
  • Vamos acompanhar nossos investimentos bem de pertinho <3

Vamos colocar em prática nosso planejamento financeiro:

1. Organize sua situação financeira

Para um bom planejamento financeiro, a primeira coisa que você tem que saber é como está sua vida financeira.

  • Fontes de receita: por onde entra o dinheiro na sua vida?
  • Despesas: para onde vai o seu dinheiro? Aquele cafezinho com a amiga também entra aqui, tá bem?
  • Você está com dívidas? É a grande realidade do brasileiro, mas dá para sair dessa.

Com essas informações em mãos, você consegue ver o quanto sobra ou se não sobra, onde pode economizar, qual % da fonte de renda você pode destinar para o investimento.

Uma vida financeira saudável vem de bons hábitos financeiros.

2. Trace um objetivo e prazos

O que você quer com seus investimentos? Eu posso fazer uma lista gigante aqui, mas só você sabe o que é melhor para você.

Você pode querer investir para ter mais rentabilidade no futuro e ter uma aposentadoria suave, ou viajar daqui a um ano para o casamento de uma amiga (isso está acontecendo agora comigo! Ela vai casar em Portugal e eu já estou planejando meus investimentos para isso!).

blog-real-valor-planejamento-financeiro

Você pode querer trocar de carro, comprar um apartamento, pagar uma faculdade/mba/mestrado, fazer uma festa de casamento/aniversário, poupar para os filhos que já tem ou virão. Enfim, uma infinidade de opções.

Uma informação que é relevante, para quem está começando, a recomendação é criar uma reserva de emergência equivalente a pelo menos 6 meses do seu custo de vida.

Com uma reserva financeira, você terá mais tranquilidade para investir e se dedicar aos seus objetivos.

Não se esqueça de estabelecer um tempo para realizar cada um.

3. Vamos poupar o que a gente puder

Eu gosto de destinar de 10% a 20% da minha renda para investimento. Isso fica a seu critério, ok?

Assim como eu pago meu cartão de crédito todo mês (perae, escorreu uma lágrima porque eu lembrei que final de ano foi mais pesado), eu também separo a verba todo mês para poder aplicar meu dinheiro. É importante você ter frequência.

Outro hábito que adquiri é ver onde gastei além do que devia, para transformar em um possível investimento no mês seguinte.

Encare como mais um boleto do mês e não espere o dinheiro sobrar para poupar.

4. Entenda o seu perfil de investidor

Lembra que lá em cima do texto eu falei sobre a sua sensibilidade de correr riscos? Então, chegou o momento de falar sobre isso.

No mercado existem opções de investimento e para cada perfil de investidor existe um investimento que se encaixa melhor.

Uma questão importante para se entender em relação a perfil de investidor é que risco e rentabilidade andam de mãos dadas, ou seja, quanto maior a rentabilidade, geralmente, maior o risco.

Por isso, você precisa se conhecer e entender: estou disposto a correr mais risco para uma maior rentabilidade ou prefiro menos rentabilidade e mais segurança?

Entender isso é crucial, pois o seu perfil de investidor vai indicar os melhores investimentos para o grau de risco que você está disposto a correr ou não.

5. Conheça as opções de investimentos

Para investir, você precisa conhecer o que o mercado financeiro oferece. Há dois tipos de investimentos: renda fixa (mais seguros e com baixo risco) e renda variável (mais retorno financeiro e geralmente mais arriscado).

Renda fixa: Tesouro Direto, CDB, LCI/LCA, debêntures, etc.

Renda variável: fundos, ações, ETFs, etc.

Estude sobre eles.

6. Diversifique sua carteira

Quando falamos de investimentos, é fundamental diversificar a sua carteira. Dessa forma você diminui os riscos. 

Por que isso acontece? 

É importante você não colocar todos os ovos na mesma cesta, ou seja, não se deve apostar tudo em um tipo só de investimento. 

O mercado é muito volátil e é muito difícil prever o futuro (só a mãe Dinah). 

blog-real-valor-planejamento-financeiro

Mais importante que tentar prever qual investimento vai foguetar, é criar uma carteira diversificada a ponto de ter uma rentabilidade boa sem precisar prever o futuro.

Imagina que um tipo de investimento que você tem, por alguma mudança do mercado por exemplo, não está indo muito bem e você tem todo o seu dinheiro nele? 

O que vai acontecer é que você vai perder muito mais dinheiro do que se tivesse um outro tipo de investimento também. 

Agora imagina que você tem diferentes tipos de investimento na sua carteira e um deles está performando abaixo da média do mercado. O que vai acontecer é que, provavelmente, a rentabilidade de um ativo que está indo bem compensa a perda desse outro. 

Se um ativo não tiver o desempenho esperado, o outro tende a compensar.

Nesse post aqui o Eduardo explica sobre a importância da diversificação de forma mais detalhada.

Inclusive, teve um senhor que ganhou prêmio Nobel falando sobre isso. Se quiser pesquisar: Harry Max Markowitz

7. Pesquise e estude sobre o tema

A gente acredita fortemente que educação financeira deveria vir da base, mas essa não é a realidade do Brasil. Além disso, o mercado financeiro é muito dinâmico e é preciso ter um aprendizado constante.

Converse com pessoas da área, faça cursos, leia livro, jornal, revista, blogs e se atualize sempre que possível. Além de investir o dinheiro, invista na sua educação financeira.

8. Avalie sua evolução e faça ajustes

Lembra do nosso terceiro combinado? Ele está aqui e é de extrema importância.

Você precisa acompanhar como estão indo seus investimentos. Como está sua taxa de rentabilidade comparada aos benchmarks do mercado, se você está atingindo suas metas. Tudo que pode ser medido, pode ser melhorado.

Nesse ponto, o Real Valor é como uma mãe para você!

A gente consegue te ajudar a controlar todos seus investimentos em um lugar só e o melhor, você não precisa de planilha de excel para fazer esse acompanhamento. Consegue definir metas e acompanhar o progresso delas, comparar ativos e muito mais.

Quando você começa a investir de forma consciente, seu dinheiro começa a trabalhar para a realização dos seus sonhos. Com objetivos bem definidos, frequência e conhecimento, os retornos tendem a ser cada vez mais rentáveis.

blog-real-valor-planejamento-financeiro

Tudo pronto para começar a investir?

Enquanto você cria seu plano de investimentos, conte com o apoio de quem torce para que os seus sonhos se realizem e para que seu dinheiro renda muito mais. Vem acompanhar seus investimentos com o Real Valor!

93 / 152