Como declarar criptomoedas no Imposto de Renda?

Desde o dia 07/03 a Receita Federal liberou o prazo para declaração de Imposto de Renda. Inclusive, o prazo foi prorrogado até o dia 31/05. Uma dúvida que surge é como declarar os investimentos no Imposto de Renda. Para te ajudar com os investimentos de renda variável, nós fizemos um conteúdo aqui no blog que te mostra como declarar seus investimentos de renda variável em 4 passos bem simples. Mas e as criptos? Como declarar criptomoedas no Imposto de Renda e garantir que não serei multado? 

“Como declarar criptomoedas no imposto de renda” parece ser a pergunta do milhão. por isso, para responder essa pergunta, nós fizemos uma aula 100% gratuita que está disponível para você. Só clicar no link abaixo.

declarar criptomoedas

Agora vamos entender a importância de declarar criptomoedas no Imposto de Renda.

Por que devo declarar criptomoedas no Imposto de Renda?

A resposta é simples: porque é uma exigência da Receita Federal. Todas as pessoas que tinham uma quantia igual ou maior que R$ 5.000,00 em criptomoedas no último dia do ano de 2021, ou seja, 31/12/2021, precisam declarar criptomoedas no seu Imposto de Renda.

Vamos ver um exemplo prático. Digamos que você tenha comprado R$ 5.000,00 em Ethereum e R$ 1.000,00 em Solana. Você precisa declarar o que tinha em Ethereum, mas em Solana não, porque a quantia dessa moeda não excedeu o valor de R$5.000,00.

Esses exemplos foram apenas para exemplificar de forma prática, não é uma recomendação de compra ou venda, combinado?

Em qual moeda devo declarar as criptomoedas?

A declaração de criptomoedas deve ser realizada em reais. E para declarar criptomoedas no imposto de renda também é importante ressaltar que o contribuinte deve considerar para a declaração o valor de aquisição, quanto ele comprou no momento e não o valor de mercado. Ou seja, se você comprou R$ 12.000,00 em Bitcoin, é esse valor que você deve declarar.

Além da declaração, como funcionam os impostos que incidem sobre as criptomoedas?

É importante lembrar que são dois assuntos diferentes. O primeiro é sobre “declarar criptomoedas no imposto de renda”, que você tem até o dia 31/05 para fazer.

O outro assunto são os impostos que você deve pagar, e esses você precisa ficar de olho o ano inteiro.

Você precisa pagar imposto sobre os lucros que obtém com as criptomoedas, sempre que as negociações (venda ou movimentações) ultrapassarem os R$ 35.000,00 por mês. Isso vale para qualquer criptomoeda.

Outro ponto para você ficar ligado é que caso você tenha negociado acima de R$ 30.000,00 em suas criptomoedas por intermédio de uma exchange fora do Brasil ou uma transação que não envolva uma exchange, você deve preencher uma declaração junto a Receita Federal.

Está confuso sobre essas regras? Calma! A aula que a gente fez vai te ajudar. Clique aqui para assistir a aula gratuitamente agora.

Quais alíquotas incidem sobre os rendimentos das criptomoedas?

Fizemos uma tabela para você entender as faixas e as alíquotas de imposto que incidem sobre os investimentos em criptomoedas.

declarar criptomoedas

Como agilizar a declaração das minhas criptomoedas no Imposto de Renda?

Declarar as criptomoedas no Imposto de Renda não é uma tarefa tão simples. Principalmente levando em conta que existem mais de 18 mil criptomoedas, segundo a Coinmarketcap (esse é o valor enquanto eu escrevo esse conteúdo).

Além disso, cada transação que você realizar também pode influenciar na sua declaração.

Para descomplicar o momento de declarar criptomoedas no Imposto de Renda, nós do Real Valor buscamos uma parceria com a Fiscal Cripto e tudo está explicado durante a aula que liberamos para você.

Como acompanhar minhas criptomoedas?

Declarar criptomoedas no Imposto de Renda é MUITO IMPORTANTE, mas acompanhá-las de perto também é. Para acompanhar seus investimentos em criptomoedas ou em qualquer outro ativo, utilize o Real Valor. Disponível para Android, IOS e na Web, 100% de graça!