Como DRE pode ajudar na análise de ações?

Você sabe o que é o DRE e como ele pode te ajudar na análise de ações? Vem que eu resolvi escrever esse texto para compartilhar com você conceitos importantes do mercado de ações. 

Há umas três semanas atrás fiz uma live sobre diversificação de carteira, principalmente no que diz respeito a análise de ações. Em dado momento, alguns espectadores perguntaram: como faz para escolher uma ação para carteira? 

De fato, para fazer essa escolha é preciso uma análise a fundo, afinal de contas, comprar uma ação, na prática, significa que você vai se tornar sócio de uma empresa. Será que você vai entrar em qualquer negócio? Como então fazer análises que possam ajudar? 

Para quem já acompanha o mercado financeiro há um tempo, já ouviu falar da análise fundamentalista cunhada por Warren Buffett, o mago de Omaha.

Mas o que análise fundamentalista tem a ver com DRE e análise de ações? Para entender isso, vamos separar em etapas! 

O que é análise fundamentalista e como ajuda na análise de ações? 

A análise fundamentalista é uma forma de avaliar um ativo na tentativa de descobrir o seu valor intrínseco (o REAL VALOR da ação), examinando fatores econômicos, financeiros, entre outros.

Com uma boa análise, o investidor consegue encontrar ações com o valor intrínseco maior do que o preço atual do papel. Com isso, ele consegue comprar barato e, lá na frente, vender caro.

Como o preço dessas ações costuma demorar até chegar ao valor intrínseco, o investidor fundamentalista costuma investir pensando no longo prazo.

O valor intrínseco de um papel é quanto ele realmente deveria valer se você levar em conta todos os indicadores da empresa, a situação do segmento em que ela atua, e a situação econômica do país e do mundo.

Não existe verdade absoluta dentre os fundamentalistas sobre quais indicadores são os mais certos ou qual análise é a certa, mas existem consensos em alguns indicadores que se deve observar.

Os cinco indicadores para análise de ações mais utilizados são:

Preço por lucro (P/L)  

Quando você divide o preço da empresa (número total de ações vezes o valor desse papel) pelo lucro, você obtém um importante indicador. Quanto menor o P/L, melhor.

Preço por valor patrimonial (P/VPA)

Imagina que você tem um apartamento todo mobiliado. Ele tem sofá, cama, fogão, geladeira, televisão, etc. Vamos supor que se você somar o preço de todos os móveis, eles valem R$50.000. Quanto vale esse apartamento com esses móveis dentro? Certamente mais do que R$50.000 né? A verdade é que não necessariamente.

O Preço / Valor Patrimonial mede isso, só que em ações. O valor patrimonial é quanto os ativos (prédios, equipamentos, estoque, etc.) da empresa valem. Um P/VPA menor que 1 significa que o preço da empresa em questão no mercado é menor que a soma de todos os seus ativos.

Grau de endividamento ou alavancagem

O grau de alavancagem é uma forma de medir como a empresa está endividada. Ele é obtido dividindo o total de dívidas pelo patrimônio líquido. Ele serve para mostrar a proporção de como a empresa capta dinheiro. Quanto do dinheiro vem de contração de dívidas (seja com bancos, fornecedores, emissão de debêntures, etc.) e quanto vem de participação dos acionistas.

Uma empresa com grau de alavancagem alto pode significar um risco para a companhia se não for acompanhado de um fluxo de caixa saudável.

Dividend Yield (DY)

Quando se investe pensando em dividendos, o dividend yield é um indicador importante a se observar. Ele mede o quanto a empresa costuma pagar em dividendos por ano.

O DY é calculado dividindo o total de dividendos pagos por ação pelo preço da ação. Se uma ação vale R$10 e essa empresa pagou R$1 de dividendo por ação no ano inteiro, o seu DY é 1/10 = 10%.

Maiores dividend yields garantem mais dividendos para o investidor, mas não necessariamente a empresa com maior DY é o melhor a se investir.

Crescimento de Receita líquida

No final do dia, você está investindo em uma empresa. É importante que ela esteja crescendo de forma saudável para que isso seja refletido no seu valor no mercado financeiro.

Um bom indicador é o crescimento de receita líquida nos últimos anos e um bom número para ele é um crescimento maior que 7% ao ano. Também é interessante que a empresa não tenha tido mais de 2 anos com quedas maiores que 5%.

Agora que você já sabe o que é análise fundamentalista e os principais indicadores, vamos entender o que é o DRE

DRE: o que é e para quê serve?

De forma direta e reta DRE é a sigla para Demonstrativo de Resultado do Exercício. 

Não ajuda em muita coisa saber a sigla, certo?

A melhor forma que achei de descrever o DRE é uma fotografia da parte financeira de um período da empresa. 

Se você quer saber os números da empresa do dia 01 de janeiro de 2020 a 10 de julho de 2020, você pode pedir um DRE desse período.

No DRE, as empresas reportam 

  • Receitas operacionais brutas (vendas geradas) e líquidas;
  • Deduções e impostos;
  • Lucro bruto e líquido;
  • Lucro bruto (anterior aos impostos);
  • Custos (gastos com produtos ou serviços);
  • Despesas fixas;
  • Valores do IR e de contribuição social sobre lucro líquido.

Aqui você vê um exemplo de como é uma DRE visualmente: 

análise de ações

Ela serve para evidenciar as condições financeiras de uma empresa de forma simples, apresentando os números dos custos e das entradas, além de outros dados importantes para análise. 

A DRE indica se a empresa gerou lucro ou prejuízo durante determinado período de tempo.

Agora que já estamos na mesma página, vamos responder a pergunta: 

Como o DRE pode ser uma ferramenta útil na análise de ações?

Se a análise fundamentalista indica o valor intrínseco de uma empresa, o DRE apresenta os números que você precisa enxergar para fazer a análise. Ou seja, através do DRE você pode acompanhar os resultados da empresa ao longo do tempo. 

A cada três meses as empresas listadas em bolsa liberam os resultados do trimestre. Isso auxilia os investidores a saberem como está a situação financeira da empresa. 

Basicamente, o resultado mostra quanto dinheiro a empresa gerou (receita), o quanto gastou (despesas) e a diferença entre os dois. Se for positivo, significa que a empresa gerou lucro. Em caso negativo, a empresa apresenta prejuízo.

Quando se trata da análise fundamentalista, o DRE permite que os investidores saibam quão bem o negócio está indo ou se a empresa está ganhando dinheiro. 

De um modo geral, as empresas devem ser capazes de conseguir mais dinheiro do que gastam ou não permanecerão no mercado por muito tempo, pois baixas despesas relativas à receita, ou lucros elevados em relação à receita, sinalizam sólidas bases financeiras para os investidores.

Você pode obter informações valiosas sobre uma empresa examinando a Demonstração do Resultado do Exercício. 

Como fazer para acompanhar os indicadores fundamentalistas e fazer análise de ações?

Se você é do tipo de pessoa que gosta de praticidade, o Real Valor está aqui para te ajudar. Afinal de contas, se você não quiser olhar o DRE de cada empresa, nós fazemos o trabalho para você e já separamos todos os indicadores fundamentalistas na nossa plataforma. Dessa forma, você consegue ter acesso às principais métricas para fazer a sua análise das ações e decidir em qual empresa investir, se esse for o seu desejo e o seu perfil de investidor. Baixe agora o Real valor (disponível para AndroidIOS e na versão web) e acompanhe de perto sua carteira!