Décimo aumento da Selic. E agora?

Ontem, dia 03 de maio de 2022, começou a terceira reunião do Comitê de Política Monetária (COPOM)  de 2022. Antes mesmo de começar a reunião, a previsão era do aumento da SELIC para conter a inflação.

aumento da SELIC

O Banco Central já havia contratado o aumento de 100 pontos base e as expectativas do mercado já eram de que a taxa básica de juros, chegaria a 12,75%. Assim, como já era esperado, hoje dia 04 de maio de 2022, o COPOM anunciou o aumento da SELIC para 12,75%.

Isso significa que essa é a 10ª vez seguida que acontece o aumento da SELIC.

Talvez agora você esteja se perguntando: por que a SELIC subiu tanto?

A resposta é simples e direta: para conter a inflação. Mas como aqui no Real Valor a gente gosta de explicar tudo sem “financês” e te ajudar a sanar suas dúvidas, vem comigo entender o aumento da SELIC.

Aumento da SELIC de novo, por que?

Para entender o motivo do aumento da SELIC, e porque ela vem subindo há mais de um ano, você precisa entender que todo o contexto do nosso país quanto o do mundo, colaboram para que a inflação suba. 

A inflação é a alta generalizada dos preços. Isso acontece quando tem muito dinheiro em circulação e alta procura de um bem com escassez. No Brasil, o Banco Central vem trabalhando e olhando sempre para as projeções do IPCA.

Para conter o avanço da inflação, uma das medidas é subir a taxa básica de juros (ou seja, aumentar a SELIC) e uma forma de controlar a inflação é criando incentivos para a população investir esse dinheiro ao invés de gastar.

Com o aumento da Selic cada vez em patamares mais elevados,  fica mais caro para as pessoas realizarem algumas atividades como tomarem empréstimos com os bancos. Com isso há um incentivo para os investidores emprestarem esse dinheiro e receberem juros mais altos para isso. Talvez por esse motivo você comece a ver muitos especialistas indicando que você invista seu dinheiro em produtos de Renda Fixa.

O aumento da SELIC faz com que o objetivo seja a diminuição do dinheiro em circulação no país e dessa forma é esperada que a inflação seja freada.

A SELIC já esteve nesse patamar antes?

A resposta é sim! Essa não é a primeira vez que há o aumento da SELIC dessa forma. A última vez em que a Selic esteve no valor de 12,75% foi em março de 2015. Naquela época, a SELIC ainda subiu mais e chegou a 14,25% em Setembro do mesmo ano.

Então quais são as consequências práticas do aumento da SELIC pros investimentos?

No curto prazo a gente pode ter uma atratividade maior de renda fixa frente a bolsa. 

O gráfico abaixo mostra um pouco de correlação entre Selic e Ibovespa. Você pode perceber que geralmente quando a Selic cai a bolsa sobe e vice-versa. Como vem acontecendo desde meados de julho do ano passado. Ou seja, as pessoas tendem a buscar investimentos mais focados em renda fixa com a Selic mais alta. 

aumento da SELIC

Veja, com a SELIC hoje a 12,75% muitos investidores podem optar por títulos atrelados à SELIC por conta da segurança da renda fixa. Muitos analistas dizem inclusive que estamos vivendo no momento a volta dos rentistas. 

Apesar de o Copom ter contratado mais um aumento para a próxima reunião em junho, estima-se que a subida de juros está se encaminhando para o fim. 

Além da renda fixa ficar mais atrativa com essa subida, analistas acreditam que os investidores podem se beneficiar com o mercado de ações no médio/longo prazo.

Super Quarta: Você sabe o que é?

Eu sei que estamos falando do aumento da SELIC, mas hoje o mercado financeiro falou muito sobre a SUPER QUARTA. E não dá para ignorar o dia de hoje. Você sabe o que significa a Super Quarta?

Ela não é “SUPER” porque trouxe o aumento da SELIC. Dá uma olhada na imagem abaixo que tem spoiler do que é a Super Quarta.

aumento da SELIC

Do mesmo jeito que aqui no Brasil nós temos o COPOM, lá nos Estados Unidos eles tem o Federal Open Market Committee (Fomc). No dia em que as reuniões do COPOM e do FOMC coincidem, este dia é chamado de Super Quarta.

Então, o dia de hoje não ficou marcado apenas pela divulgação do aumento da SELIC, mas também do resultado da taxa americana. A expectativa é de alta de 0,5 ponto nos juros, mas o assunto aqui é sobre a alta da SELIC, vamos voltar ao assunto principal.

Com o aumento da SELIC, como proteger meus investimentos?

Se nos últimos anos, com a SELIC em patamares mais baixos, a Renda Variável era um investimento mais atrativo para buscar ganhos maiores, agora com o aumento da SELIC a Renda Fixa ganha mais destaque e ganha espaço nas carteiras de investimentos dos brasileiros.

aumento da SELIC

Com a Renda Fixa é possível, não apenas encontrar investimentos com menor risco, como também  proteger seu dinheiro da inflação, como nos casos de títulos que rendem o IPCA +.

Mas é sempre importante lembrar que, apesar de serem investimentos que apresentam menos riscos para os investidores, é preciso estudar na hora de colocar seus investimentos em títulos de renda fixa e entender a rentabilidade real dos investimentos.

Evite ao máximo agir na emoção e busque sempre fontes confiáveis para aprender sobre investimentos e corretoras que disponibilizem os melhores títulos de renda fixa.

Renda fixa: é preciso acompanhar?

A resposta é um grande e sonoro: SIM! Investimentos de qualquer natureza precisam ser acompanhados de perto. Afinal, não é porque ele não varia tanto em um dia, que você não precisa estar de olho, afinal de contas, é preciso ter atenção no balanceamento da sua carteira para não ter uma surpresa mais para frente.

Por isso,com o aumento da SELIC, independente do tipo de investimento que você tenha agora ou vá fazer nos próximos dias, acompanhe todos eles em um só lugar, no Real Valor. No app você tem acesso a comparativos com os principais benchmarks do mercado financeiro, contabiliza vendas e lucros e acessa o extrato de suas operações. O app está disponível para Android, IOS e na versão web. Baixe agora e acompanhe seus investimentos.