Fundos de Investimento: Fundos de índice, Long Only, Long Biased e Long & Short; Short e Fundos Small Caps. Como diferenciar cada um deles?

Essa semana estava conversando com um amigo sobre fundos de investimentos e as estratégias que são usadas, principalmente em relação aos fundos de ações. Conversamos muito sobre os Fundos de índice, Long Only, Long Biased e Long & Short, e Fundos Small Caps , mas antes de falar sobre essas estratégias, vamos entender o conceito de fundos de investimento. Se você já sabe, é só rolar o texto para entender melhor as estratégias.

Fundos de Investimentos

Afinal, o que são fundos de investimentos?

A grosso modo, fundos de investimento são veículos de investimento onde várias pessoas aplicam dinheiro. O dinheiro aplicado é alocado em ativos estratégicos escolhidos pelo gestor do fundo. O gestor é um profissional com o objetivo de gerar o máximo de dinheiro para os seus clientes.

Por que existem fundos de investimento?

Vamos supor que temos um amigo chamado Ênio que entende muito de investimentos. Digamos que ele consiga rentabilidades de 20% ao ano, enquanto você tem rentabilidade de 10% ao ano.

Não seria uma boa ideia que ele administrasse a sua carteira???

Óbvio que ele não faria isso de graça, então vamos supor que você pagaria 2% ao ano por esse serviço. Ainda assim, parece a coisa certa a se fazer quando olhamos os números:

  • Rentabilidade anual da carteira do Ênio: 20%
  • Rentabilidade anual da sua carteira: 10%
  • Rentabilidade anual da carteira do Ênio, tirando 2% do serviço: 18%

Faz muito mais sentido você deixar que o Ênio invista por você, porque, mesmo pagando uma taxa, ele consegue fazer 8 pontos percentuais a mais do que você.

Colocando em números, se você investe R$ 5.000 você faz:

  • R$ 500 por ano investindo por conta própria.
  • R$ 900 por ano investindo com o Ênio .

O Fundo de investimento funciona de modo parecido com o nosso exemplo. A diferença é que ele é uma empresa que está de acordo com todas as normas da CVM e Anbima.

Tipos de fundos de investimentos

  • Fundo de renda fixa
  • Fundo de ações
  • Fundos cambiais
  • Fundos Multimercados

Cada um desses fundos tem suas características específicas. No caso de fundo de ações podemos separar em 4 estratégias que o gestor pode seguir 

Mas antes de seguir a explicação dos tipos de fundos de investimento, vamos deixar um glossário aqui com alguns termos que vão ajudar a gente a entender melhor a explicação de cada estratégia .

Glossário:

  • Índice: Um índice de referência, ou um benchmark,são ferramentas que os investidores usam justamente para medir quão bem ou mal um investimento está indo. São exemplos de índices: Ibovespa, IBRX-100, IFIX, Selic, CDI (Taxa DI), IPCA, IGPM.
  • Long: para o mercado financeiro, o termo long está ligado às estratégias de compra. Sendo assim, a intenção é ganhar com a valorização dos ativos. As pessoas costumam usar a expressão “estar comprado”, porque você está comprando uma ação acreditando  que ela vai subir. É o que a gente está acostumado a ver de forma mais comum:
  • Short: Ao contrário do termo “long”, o termo short está ligado às estratégias de venda. Usa-se o termo “estar vendido em uma ação”. Isso significa que você acredita que a ação vai cair.  Se ela subir você perde, se ela cair você ganha. Sim, é o contrário do que estamos acostumados. Se você quiser entender melhor, aconselho fortemente ler esse texto
  • Biased: Em tradução livre o termo “biased” significa enviesado. Podemos ainda entender como algo que “tem tendência de” ou “tem tendência para”. Ou seja, podemos entender que ele indica que há uma tendência a alguma coisa.

Com esses termos a gente já pode ir para a explicação de cada um dos tipos de Fundos de Investimento.

Fundos de investimentos indexados

Esses fundos de investimentos são os fundos que basicamente só compram índices e seguem a tendência dos índices comprados. Viu como entender os termos iria te ajudar!

Ou seja, o objetivo é acompanhar um determinado índice, ou benchmark. Para saber se esse tipo de fundo está indo bem, uma das estratégias é  observar e acompanhar o quanto seu resultado se aproxima de seu índice de referência.

Esses são Fundos considerados passivos, pois não há gestão ativa. Por esse motivo, costumam ser mais baratos e a taxa de administração também costuma ser baixa, em torno de 0,5%. Fique atento: se for mais que 0,5% você vai estar pagando uma taxa cara. 

Veja algumas vantagens dos Fundos indexados:

  • Ter a facilidade de expor o seu dinheiro em um determinado mercado
  • Se o índice do fundo estiver em alta, você pode ter ganhos que acompanhem o índice.

Fundos Long Only

Os Fundos Long Only são aqueles tradicionais praticamente 100% do patrimônio comprado em ações e eles só compram ações. Lembra que o termo “Long” está ligado às estratégias de compras? 

Sendo assim, eles não têm estratégia de vendas, de operação de juros ou de câmbio. A estratégia principal é comprar ações.

Em algum momento, um ou outro pode estar com um fluxo de caixa maior e podem mudar levemente a estratégia, mantendo cerca de 95% da estratégia em compra de ações, o que ainda os caracteriza como Fundos Long Only.

Há uma regulamentação sobre eles. Por regulamento, eles têm que ter no mínimo dois terços da carteira, cerca de 67%, comprados em ações para poder ser considerado um fundo de renda variável na tributação.

Essa é uma estratégia  mais tradicional no Brasil, tendo mais Fundos deste tipo, dentro os demais que vamos ver aqui neste conteúdo.

Vamos ver algumas vantagens destes fundos:

  • Tendência de alta quando o mercado também está aquecido
  • Foco no ganho ao longo prazo
  • Ao longo prazo, sofrem menos com as volatilidades.

Fundos Long Biased

O termo Biased significa enviesado e o long indica que a estratégia é de compra. Ou seja, os Fundos Long Biased têm esse viés para a estratégia de compra. Eles estão na maior parte do tempo comprados, mas não 100% . Alguns também podem fazer outras coisas na carteira como juros, câmbio ou comprar ativos estrangeiros. Por esse motivo, alguns especialistas dizem que eles têm cara de multimercado.

Os Fundos de investimentos Long Biased são uma uma categoria muito extensa de fundos,  eles podem estar entre 20%-30% comprados em bolsa, até 120%-130% comprado em bolsa. A variação nestes casos, é bem grande.

Eles tentam fazer  market time, ou seja, os gestores ficam de olho em qual momento é melhor para ter mais ou menos bolsa. 

Em média, a indústria do Long Biased fica entre 60% e 70% comprado em bolsa. Quando o mercado está mais otimista ele vai mais perto de 100% e quando ele está mais pessimista, ele vai para cerca de 30-40% comprado em bolsa.

Eles fazem isso tanto reduzindo a posição comprada em bolsa quanto fazendo posições vendidas. Em resumo, este fundo mexe nas posição direcional de acordo com o momento do mercado. Podem fazer juros, câmbio, internacional, mas o grande viés é comprado em bolsa brasileira. 

Parênteses para explicar posição direcional:

Também chamado de tendência, o termo diz que o mercado tem uma direção definida, seja ela de alta ou baixa. Ou seja, os long biased seguem a tendência do mercado. 

Vamos ver algumas vantagens de Fundos Long Biased

  • Possibilidade de ganhar tanto com a bolsa em alta ou em baixa
  • Poder contar com a diversificação de investir em mais de uma ação de uma única vez

Fundos Long & Short

Estes fundos são considerados mais neutros. A estratégia é: toda posição que ele compra, ele tenta compensar vendendo alguma coisa, ou seja, é uma estratégia em que o gestor fica comprado em uma ação que ele acredita que vá subir e vendido em outra, através de aluguel de ações. Com isso, ele busca que os preços dos ativos se distanciem para ele fazer dinheiro. 

A exposição à bolsa  direcional fica muito próxima de zero.

Vamos dar um exemplo para você entender melhor: digamos que o gestor de um fundo compre 30% em várias empresas que ele acha que irão muito bem, ao mesmo tempo ele vende 30% do portfólio em empresas que ele acha que irão muito mal. 

Fazendo as contas: 30 – 30 = 0! Ou seja, ele fica com uma exposição direcional muito próxima de zero. E por esse motivo é muito difícil comparar os fundos Long & Shorts com a bolsa. Sendo assim, o benchmark deste fundo é o CDI.

Esses fundos têm maior risco, visto que pode acontecer que a posição que ele comprou caia e a posição que ele está vendido  suba. 

No Brasil a indústria de Long & Short ainda é pequena, existem cerca de 20 ou 30 fundos deste tipo atualmente.

Podemos pontuar algumas vantagens destes fundos:

  • Possibilidade de ganhar tanto com a bolsa em alta ou em baixa
  • Não depender exclusivamente do resultado positivo da bolsa para ter ganhos

Fundos Small Caps

Se você já chegou até aqui e entendeu os outros tipos de Fundos de Investimentos vai ficar fácil de entender os Fundos Small Caps. Afinal, eles são como Fundos Long Only, que tem quase praticamente 100% do patrimônio comprado em ações, só que eles só compram empresas pequenas.

A definição de empresa pequena, neste caso, fica a critério de cada gestora de fundo. Há casos em que os gestores compram empresas muito pequenas e outras consideradas até média, em outros casos compram empresas micros e pequenas… Neste caso, o critério de escolha fica a cargo das gestoras.

Algumas gestoras consideram pequenas empresas com capital de até 5 bilhões, outras consideram até 10 bilhões.

Dentre todas as indústrias essa é uma ainda menor, atualmente cerca de 5 ou 6 fundos se encaixam nesse perfil.

Vamos às vantagens destes Fundos:

  • Por serem Small Caps, as empresas podem ter potencial de crescimento muito alto
  • Por serem empresas relativamente mais baratas, podemos contar com uma margem de segurança

Como saber onde investir nos melhores fundos de investimento?

O Bruno Mérola, analista especializado em fundos tem uma série em que indica onde você pode alocar seus dinheiro nos melhores fundos do mercado. Para leitores do Real Valor, existe uma condição especial de R$ 5/mês para ter essas indicações, tirar dúvidas em lives, relatório completos e muito mais. 

Fique por dentro dos Melhores Fundos de Investimento, basta clicar nesse link.

O que fazer depois de investir em Fundos de Investimentos?

Não é porque você está investindo em um ativo que tem um gestor por trás que você pode simplesmente “esquecer” os seus investimentos.

Para qualquer tipo de investimento seja em ações, Fundos de Investimento Imobiliário, BDRs, ETFs, criptomoedas, Fundos de Investimentos ou qualquer outro, fique sempre perto para tomar as melhores decisões de compra e venda e rebalanceamento. Para isso utilize o Real Valor que é 100% gratuito e está disponível para Android, iOS e Web.