« Back to Glossary Index

Todos os dias nos deparamos com notícias sobre a Bolsa de Valores, sobre as ações da Petrobras, Vale, sobre variações do Ibovespa. Ao mesmo tempo que muitas pessoas são informadas sobre esses assuntos com frequência, a grande maioria delas não sabe o que é uma ação.

Ações são mais simples do que parecem

Se você tem um conhecimento nulo sobre esse assunto ou ainda tem algumas dúvidas, me acompanha nesse texto que eu vou te ajudar.

Vou te provar que esse tema não é nenhum bicho de 7 cabeças e mostrar o motivo pelo qual você já deveria estar investindo em ações.

Por que existem Ações?

Para começar, é importante pensarmos no motivo pelo qual as ações existem. Quando estamos falando de uma empresa, podemos resumir que seu objetivo principal é gerar cada vez mais lucro.

Para atingir esse objetivo, muitas vezes as organizações precisam de dinheiro, o que o é chamado de captação de investimentos pelo mercado financeiro.

captação de dinheiro é um dos motivos para existirem ações

Essa forma de captar dinheiro costuma variar de acordo com o tamanho do empreendimento, a quantidade de capital que ele precisa e se ele está disposto a vender um “pedaço” dele.

As empresas conseguem captar recursos de diversas maneiras diferentes, mas vamos focar em 2 delas:

Emissão de Debêntures

A emissão de debêntures é uma alternativa atrativa quando uma grande empresa precisa de uma grande quantidade de dinheiro, trazendo mais benefícios do que pegar o capital emprestado com o banco.

Debêntures consistem em dívidas que uma empresa emite e se compromete a pagar com os juros e prazos definidos, fazendo com que o investidor que investiu nas debêntures se torne um credor da empresa.

Dessa forma, é comum que as organizações tenham melhores juros pela emissão das debêntures do que em um empréstimo com o banco.

Emissão de Ação

É aqui que entra a Bolsa de Valores. Ela começa a ter participação no assunto quando uma empresa precisa de investimentos e resolve abrir seu capital, vendendo “pedaços” dela mesma para captar dinheiro de acionistas.

Essas vendas são feitas por ações, sendo negociadas na Bolsa de Valores.

Diferentemente da emissão de debêntures, onde temos o investidor se tornando um credor, o investidor de ações acaba se tornando um sócio da empresa.

se você tem ações, você se tornou sócio de uma empresa

Mas quem pode comprar essas ações na Bolsa de Valores?

Todo mundo pode! Basta ter uma conta em uma corretora e ter o dinheiro necessário para a compra do papel!

Vale mencionar que no mundo existem diversas Bolsas de Valores diferentes. A que temos no Brasil é a chamada B3 (antiga BM&FBovespa).

Mas como se dá a compra de uma Ação?

A negociação de uma ação é sempre realizada entre duas partes, um comprador e um vendedor, dentro da Bolsa de Valores. Para que essa transação possa ser realizada, é preciso que haja o intermédio de uma corretora.

Vantagens de investir em Ações

Potencial de Crescimento

O mercado de ação se destaca pelo seu alto potencial de crescimento. Os investimentos – quando bem aplicados – trazem altos retornos.

Mercado Acessível

Por incrível que possa parecer, você não precisa de muito dinheiro para investir em ações! Para ter uma ideia, com apenas R$100,00 reais você já pode começar a fazer aplicações.

Como investidor, você pode comprar uma ação de duas formas:

Mercado Tradicional

Onde as ações são negociadas em lotes padrão de 100 ações.

Se o preço de uma ação é de R$15,00 e você decide comprar por esse mercado, será preciso desembolsar R$1.500,00 no mínimo.

Exemplos:

  • PETR4
  • VALE5
  • ITUB4

 Mercado Fracionado

Se você não estiver disposto a comprar ações em lotes de 100, é possível recorrer aos lotes fracionados através deste mercado.

ações nos lotes fracionados

A única diferença no código da ação é uma letra “F” no final.

Exemplos:

  • PETR4F
  • VALE3F
  • ITUB4F

Com o mercado fracionado você consegue começar a investir em ações com menos de R$100,00.

Renda Passiva

As ações costumam pagar dividendos para os seus sócios. Isso significa que, além da rentabilidade proporcionada pela variação do próprio papel, o investidor também consegue ganhar uma fração do lucro da empresa periodicamente.

Inclusive, muitos investidores têm o hábito de montar carteiras voltadas para os dividendos para que possam viver de renda sem ter que realizar vendas e compras a todo momento.

Liquidez

É comum terem momentos em que você precisa se desfazer de um investimento para sacar dinheiro. Investindo em ações, você consegue vendê-las no momento que quiser. A Bolsa de Valores é um mercado muito líquido, sempre existem outros investidores interessados em comprar uma ação que você pretende vender. 

É importante falar que não é um bom jogo usar o dinheiro investido em ações para emergências, porque você pode acabar perdendo dinheiro se vender mais barato do que comprou. Para emergências é preciso ter uma parte do dinheiro investido em reserva de emergência D+0.

Desvantagens de investir em Ações

Risco de perder dinheiro

Da mesma forma que as ações podem garantir rentabilidades muito maiores que a renda fixa, também é possível perder dinheiro com elas.

ações podem fazer você perdem muito dinheiro também

Quando temos uma empresa com dificuldades financeiras, o preço das suas ações tende a cair fazendo com que muitos investidores percam dinheiro. Por isso é importante sempre investir em empresas que têm perspectivas. Uma maneira de se fazer isso é com a Análise Fundamentalista;

Conhecimento necessário

Para comprar e vender ações é muito simples, porém analisar e avaliar quais ações se quer investir requer estudo e análise sobre as empresas. Sabe aquela dica quente que um amigo deu? Desconfie e estude se é aquilo tudo mesmo.  Procure profissionais para te ajudar e estude muito sobre o mercado. 

Ao decidir investir, não deixe de acompanhar para ver se aquela foi a melhor decisão. No Real Valor você consegue ver bem de perto como as ações que você escolheu estão performando. 

Acesse agora! Disponível para Android, IOS e na Web, 100% de graça!

« Back to Glossary Index