« Back to Glossary Index

Todos nós estamos carecas de tanto ouvir conselhos e análises sobre investimentos de todo tipo de pessoa: pessoas que já fizeram muito dinheiro, que já perderam muito dinheiro, que trabalham com investimentos ou até mesmo de pessoas que nunca investiram!

Mas será que qualquer uma dessas pessoas está apta a ser um analista de investimentos e trabalhar com recomendações?

Felizmente não, e é por isso que existe o CNPI.

certificado CNPI

O que é o CNPI?

O CNPI nada mais é que uma certificação, responsável por envolver todo um programa de qualificação para profissionais de investimentos que trabalham no mercado financeiro e, mais precisamente, no mercado de capital brasileiro.

Essa certificação é administrada pela associação de Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec) e garante aos profissionais o título de analista de investimentos de valores mobiliários.

Sem a CNPI, uma pessoa não pode atuar como um analista de valores mobiliários. Essa foi uma forma encontrada para garantir maior segurança aos investidores, atestando a competência do profissional que está fazendo análises.

o CNPI trás segurança para o investidor

Um profissional com essa documentação está apto a fazer, por exemplo, recomendações para ativos na Bolsa de Valores, como ações, ETFs, Fundos Imobiliários, e outros.

Por que é interessante ter essa certificação?

Se você tem o interesse de se tornar um analista de investimentos, o CNPI será crucial para o seu currículo.

Com essa certificação, você passará tranquilidade aos clientes e avaliadores de carreiras em grandes empresas, justamente por ser um documento que mostra a competência da pessoa quanto aos investimentos.

Além da segurança passada, o leque de atuação de um profissional com CNPI aumenta drasticamente, justamente por ter a autoridade para fazer diversas recomendações de investimentos como, por exemplo, na Bolsa de Valores.

Vale mencionar que o único pré-requisito para poder realizar as provas e ter o certificado é a apresentação de um diploma de ensino superior, em qualquer área.

Categorias do certificado

A certificação em CNPI é dividida em três categorias diferentes:

Versão CNPI

A versão CNPI é voltada para pessoas que desejam atuar com análises fundamentalistas. Para isso, é necessária a aprovação em dois testes específicos, sendo eles o CB (Conteúdo Brasileiro) e CG1 (Conteúdo Global).

Um profissional com essa versão do certificado tem propriedade para fazer análises fundamentalistas de ativos, ou seja, análises que vão observar demonstrativos financeiros e informações contextuais sobre a economia e o mercado.

Versão CNPI-T

Por outro lado, existe também a versão CNPI-T. O termo “T” faz referência à “técnico”, ou seja, ela é voltada para aquelas pessoas que tem interesse em atuar com análises técnicas. Para conquistar essa versão do certificado, também é necessária a aprovação em duas avaliações específicas, sendo elas a CB e CT1 (Conteúdo Técnico).

Um profissional com a CNPI-T está apto para fazer a análise técnica de ativos, ou seja, observar padrões graficamente.

Versão CNPI-P

Por fim, existe uma última versão dessa certificação, a chamada CNPI-P. Dessa vez, o termo “P” faz referência à “pleno”. Um profissional busca esse tipo de certificado quando tem interesse em atuar tanto em análises fundamentalistas quanto em análises técnicas. Como é de se imaginar, para se tornar um analista pleno é preciso passar em três testes diferentes, o CB, CG1 e CT1.

Mesmo que você não procure ser um analista de investimentos, é muito importante estar acompanhando de perto os seus ativos!

O Real Valor te ajudar com isso da melhor maneira!

Acesse agora! Disponível para Android, IOS e na Web, 100% de graça!

« Back to Glossary Index