« Back to Glossary Index

De forma direta e reta DRE é a sigla para Demonstrativo de Resultado do Exercício. 

Não ajuda em muita coisa saber a sigla, certo?

A melhor forma que achei de descrever o DRE é uma fotografia da parte financeira de um período da empresa. 

Se você quer saber os números da empresa do dia 01 de janeiro de 2020 a 10 de julho de 2020, você pode pedir um DRE desse período.

No DRE, as empresas reportam 

  • Receitas operacionais brutas (vendas geradas) e líquidas;
  • Deduções e impostos;
  • Lucro bruto e líquido;
  • Lucro bruto (anterior aos impostos);
  • Custos (gastos com produtos ou serviços);
  • Despesas fixas;
  • Valores do IR e de contribuição social sobre lucro líquido.

Aqui você vê um exemplo de como é uma DRE visualmente: 

exemplo de DRE

Ela serve para evidenciar as condições financeiras de uma empresa de forma simples, apresentando os números dos custos e das entradas, além de outros dados importantes para análise. 

A DRE indica se a empresa gerou lucro ou prejuízo durante determinado período de tempo.

Destrinchando a DRE:

Vamos olhando por partes.

Receita Bruta de vendas

É o quanto de dinheiro entrou na empresa através das vendas de produtos ou serviços. 

Impostos

É a fatia das vendas de produtos ou serviços que vai para o governo: IPI, ICMS, PIS, COFINS, ISS…

Receita Líquida

É o valor da receita bruta menos os impostos que a empresa deve pagar

Custo de mercadorias vendidas

Aqui é preciso considerar o custo de compra do produto, devoluções depois da venda, estoque final, descontos;

Lucro Bruto

Depois que pagou os valores de impostos e custos de venda, tem-se o lucro bruto.

Depois do lucro Bruto tem uma série de custos fixos: despesas comerciais, administrativas, financeiras que tem a ver com o funcionamento e operação da empresa em si. 

E assim, você encontra o Lucro Operacional ou EBITDA ou LAJIDA (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização). Esse valor é importante para saber se a operação da empresa está dando lucro ou prejuízo. 

IRPJ e CSLL

São outros impostos que deverão ser pagos pela empresa. 

O valor da alíquota do IRPJ varia de acordo com o modelo de tributação da empresa. Mas, em regra geral é cobrado 15% de todo o lucro.

Em caso de empresas muito grandes, normalmente aquelas que passaram por alguma fusão, e que lucram um valor notável por mês, pode haver a cobrança adicional de 10%.

O Imposto de Renda de Pessoa Jurídica pode ser declarado a cada três meses ou uma única vez por ano, sendo uma escolha da empresa.

A CSLL é um tributo que é pago a fim de financiar a Seguridade Social, ou seja, o imposto a destinado como forma de proteger a cidadania.

A verba arrecadada pela CSLL vai para o SUS, a Assistência Social e a Previdência Social (auxílio doença, invalidez, aposentadoria, desemprego, maternidade, etc.).

Todas as pessoas jurídicas, com as mesmas exceções do IRPJ, devem pagar a CSLL

Depois de pagar tudo que é devido, você chega no Resultado do Exercício. Se ele for positivo a empresa teve lucro, se for negativo, a empresa teve prejuízo.

Mas afinal de contas, para que serve uma DRE?

Para a empresa é fundamental que ela tenha esses números para fazer análises financeiras e tomar decisões em relação aos próximos passos que irá tomar. 

Para investidores, é importante ver se a empresa que se quer investir tem saúde financeira saudável, se está em crescimento ou não e o DRE auxilia. 

De que forma?

Você pode fazer a análise horizontal e análise vertical.

A análise horizontal é usada para comparação de relatórios de diferentes anos, dessa forma você vê lado a lado como está o progresso da empresa ano após ano

A análise vertical é mais focada no exercício em questão de forma verticalizada, ou seja, permite a visualização das despesas e receitas.

Por que é importante para quem investe?

Através da DRE os investidores têm em mãos um importante documento para suas análises e podem verificar os resultados reais das empresas. Dessa forma, estarão por dentro da situação patrimonial e financeira daquele negócio, observando a volatilidade da companhia, bem como a possibilidade de lucro.

Além disso, é possível analisar a empresas periodicamente, de forma a permitir que estejam a par da demonstração da situação financeira da organização. Isso possibilita a interpretação dos resultados, do prejuízo ou lucro e, assim, do investimento mais seguro diante das ações.

Acompanhe seus investimentos de perto com o Real Valor e monitore para tomar melhores decisões. 

Disponível para Android, IOS e na web, 100% de graça!

« Back to Glossary Index