O que é Staking? Saiba tudo sobre essa modalidade de investimento em criptomoedas

Muitas pessoas têm faturado lucros exponenciais com criptomoedas. O que muitos não sabem é que os ganhos podem vir com a valorização dos ativos, mas também a partir de uma técnica alternativa: o staking.

A prática de staking consiste em travar suas criptomoedas em um protocolo de blockchain. Como as blockchains são plataformas descentralizadas, quando os investidores fazem as chamadas pools of staking, eles geram maior estabilidade para o mercado de cripto em si, como um mecanismo de comprometimento de fundos. 

Contextualizando, a blockchain é a tecnologia descentralizada que permite a negociação no mundo cripto. No staking, os investidores podem fazer “empréstimos” à rede e serem recompensados com mais moedas. As principais moedas em staking hoje são AXS, Solana (SOL) e Polkadot (DOT).

Para entender melhor sobre o staking, duas analogias podem ajudar. 

Uma “poupança” com taxas melhores

Ligado ao termo em inglês “proof of stake”, “prova de aposta”, o staking permite que você receba juros, ao invés de deixar as moedas paradas na corretora e com o rendimento limitado à valorização do preço. 

Ele funciona como uma espécie de “poupança”, cujos rendimentos vêm em tokens como recompensa por auxiliar no trabalho da blockchain. É como se você fizesse um empréstimo à blockchain e recebesse os juros na forma da própria criptomoeda aplicada. 

Em alguns casos, a opção pode ser até melhor que os títulos, pois não é preciso esperar o prazo de vencimento para resgatar o valor investido.  

Dividendos de criptomoedas

A modalidade do staking proporciona moedas digitais pingando na sua conta em forma de juros. Fazendo um paralelo, é praticamente como se o investidor recebesse “dividendos” e pudesse reinvesti-los. Ou seja, é um ponto de fusão de uma das características mais buscadas nos investimentos em ações (os dividendos) dentro do mercado que mais entregou lucros exponenciais em 2021 (de criptomoedas). 

Por enquanto, apenas 22% dos investidores de cripto colocam seu patrimônio em staking, de acordo com o Global Crypto User Index. Porém, muitos não sabem que essa modalidade de investimento é vantajosa para o criptomercado como um todo. Como as moedas em staking são usadas para validação e seguranças das redes blockchain, elas proporcionam maior estabilidade também. 

É similar às empresas que, ao abrirem capital na bolsa, conseguem levar seu empreendimento a um patamar novo graças ao investimento dos acionistas. 

  • Uma novidade: Várias exchanges (as famosas corretoras de cripto) já estão permitindo que seus investidores façam staking. Confira se a modalidade já está disponível na sua corretora, evite o trabalho de abrir uma nova conta e já comece a buscar lucros com a renda passiva de criptomoedas. 

A ponta do iceberg: blockchain, PoW e PoS e pools de staking 

O criptomercado chegou seguido de um vocabulário muito variado e novo. É comum que muitos investidores ainda confundam algumas minúcias técnicas e por isso, detalho um pouco mais sobre o que acontece por trás do staking. 

Como você já deve ter ouvido por aí, a principal premissa das criptomoedas é criar um ambiente financeiro descentralizado, onde Bancos Centrais ou unidades centralizadoras não sejam necessárias. 

Para que tal modelo se torne possível, cabe aos próprios usuários atuar como validadores de transações realizadas na rede. E a validação segura das negociações é feita por duas blockchains:

  • Proof of Work (PoW);
  • Proof of Stake (PoS);

Blockchains PoW trabalham por meio da mineração das criptomoedas em si. Esse é o caso do Bitcoin (BTC) e depende de computadores potentes para resolução de criptografias. Além disso, essa “prova de trabalho” demanda um consumo alto de energia elétrica e hardwares caros, sendo pouco acessível ao investidor físico comum.

Só para dar uma noção, essa mineração é tão custosa que alguns países como a China tomaram medidas drásticas para evitar os gastos, impondo restrições.

fonte: Seu Dinheiro – out/2021

Proof of Stake (PoS)

As redes de Proof of Stake (PoS) oferecem maior acessibilidade e rentabilidades bem expressivas. Nesse método, as moedas ficam “travadas” na Blockchain e os usuários veem elas rendendo e se tornam mais moedas. 

  • Ou seja, da mesma forma que os mineradores, por meio do seu trabalho e  PoW, são recompensados com criptos, os validadores recebem cripto quando fazem staking.

Para os investidores com grandes quantidades de criptomoedas, é possível ser selecionado como um validador de transações e assim ser premiado com criptomoedas. 

Para o investidor de pequeno e médio porte, que não possui uma quantidade tão expressiva de moedas, a oportunidade é entrar em pools of staking: uma espécie de “consórcio” de cripto, no qual os usuários se unem simbolizando apenas um validador e dividem os lucros depois, quando selecionados.

Por que fazer staking?

Algumas das vantagens de fazer staking foram apontadas ao longo do texto e é possível perceber que, além de lucrativa, essa técnica de investir é muito interessante. 

Demais pontos positivos do investimento em staking são:

  • Não exige nenhum conhecimento teórico;
  • Não requer equipamentos caros e potentes, pelo celular ou pelo computador é possível de executar as operações; 
  • O investimento inicial é baixo, principalmente porque não é recomendado comprometer uma grande parte do seu patrimônio;
  • Ajuda na melhoria da rede, já que as moedas em staking são usadas para validação e segurança na Blockchain.

Sempre acompanhe seu portfólio de criptomoedas

O mercado de criptoativos é volátil, por isso é importante sempre acompanhar a sua carteira e ficar atento ao comportamento das moedas digitais que você possui para evitar prejuízos.

Além de monitorar sua carteira frequentemente, outra medida interessante a ser tomada é montar carteiras teóricas. Esse método consiste em compor um portfólio hipotético adicionando uma criptomoeda ou mais na sua carteira para visualizar os efeitos desses ativos nos resultados.

Todos esses cuidados podem ser tomados por meio do aplicativo do Real Valor. O aplicativo permite que você acompanhe seus investimentos e faça algumas simulações  com criptomoedas que esteja de olho.

Basta baixá-lo na loja de aplicativos e começar a usar essa ferramenta para auxiliar você a começar a investir em criptomoedas.

QUERO BAIXAR O APP DO REAL VALOR