Com 3,63% de queda, IFIX têm novembro desfavorável e os fundos imobiliários (FIIs) mais investidos pelos usuários do Real Valor, variaram entre CRIs e galpões logísticos – veja os detalhes

Os fundos imobiliários não escaparam da turbulência no mercado em novembro. O mês não foi dos mais favoráveis. Para se ter uma ideia, o IFIX índice dos FIIs mais negociados na Bolsa, teve desvalorização de 3,63%, a queda mais intensa desde março de 2020, quando houve o estopim da pandemia do coronavírus e o índice caiu 3,69%.

Com os juros altíssimos e a inflação do país marcando dois dígitos, os fundos imobiliários foram negativamente afetados. 

Considerando os investidores que utilizam o App Real Valor para controlar suas carteiras, se em outubro os FIIs de CRIs foram majoritariamente os mais procurados, em novembro houve maior diversificação, com alguns fundos de tijolos. Acompanhe a seguir.

Os FIIs mais investidos em novembro:

  •  Iridium Recebíveis Imobiliários (IRDM11): 6,09% dos aportes feitos pelos usuários do Real Valor em FIIs;
  • Hectare CE (HCTR11):  5,41% dos aportes;
  • XP LOG (XPLG11): 4,54% dos aportes;
  • CSHG Logística (HGLG11): 3,76% dos aportes;
  • Maxi Renda (MXRF11): 3,54% dos aportes.
IFIX
Fonte: Tenor

Os fundos imobiliários favoritos: 

IRDM11

O fundo mais investido em novembro foi o IRDM Iridium Recebíveis Imobiliários, um FII de CRIs (Certificado de Recebíveis Imobiliários). As cotas foram adquiridas pelos usuários do Real Valor por um preço médio de R$ 106,48 e a rentabilidade média foi de -4,08% no mês.

HCTR11

O segundo mais comprado foi o Hectare CE FII, que possui majoritariamente CRIs em sua carteira. E já vem desde outubro entre os mais procurados pelos usuários do Real Valor. 

Comprado por um preço médio de R$ 120,51 pelos usuários do App Real Valoir, seu retorno durante o mês foi de -1,09%.

XPLG11

O XP LOG é um FII do tipo tijolo, do segmento de galpões logísticos. As cotas foram compradas pelo preço médio de R$91,87 e o desempenho médio foi de  -2,52% no mês.

HGLG11

Também do tipo Tijolo, o FII CSHG Logística, também de galpões e estruturas para o segmento logístico, foi comprado pelos investidores por R$ 157,80, caiu -0,95%.

MXRF11

O Maxi Renda, que é composto principalmente por CRIs, mas também com alguns fundos imobiliários na carteira, foi outro destaque. Ele teve cotas compradas pelos investidores pelo preço médio de R$ 9,97, no entanto, o  desempenho foi negativo (-1,54%) no mês. 

O MXRF já tinha sido, em outubro, um dos prediletos dos usuários do Real Valor.

Mesmo com as quedas no curto prazo, investir em diferentes tipos de FIIs tem sido a estratégia dos usuários do Aplicativo Real Valor, que aproveitaram a alternativa para diversificar carteira e ter rendimentos mensais (dividendos).

  O Real Valor está disponível para AndroidIOS e na versão webBaixe gratuitamente e confira. Controlar seus investimentos nunca foi tão fácil!