Alta de 91.300% do Magazine Luiza é coisa do passado

Estas ações têm maior potencial para explodir e deixar a varejista de Luiza Trajano ‘de escanteio’

Em 2015, durante a crise, a ação de MGLU3 chegou a custar meros R$ 0,03. Em um prazo de apenas quatro anos, ela explodiu: chegou na casa dos R$ 12. Em novembro de 2020, com o boom do varejo digital, a ação subiu mais ainda e atingiu R$ 27,42.

Em apenas 5 anos, uma valorização de 91.300%. Parece até coisa de criptomoeda, mas é ação mesmo. Para te dar uma dimensão, 100 reais em Magalu lá em 2015 teriam se transformado em R$ 91.400.

Quero saber como ter maiores retornos

Quem confiou no “patinho feio” e investiu lá no começo, hoje provavelmente está aproveitando os dígitos a mais na conta corrente. Mas em pleno janeiro de 2022, a verdade é que ela se tornou grande demais para entregar valorizações de 5 dígitos em poucos anos. As chances disso acontecer são mínimas, para não dizer zero.

Quero investir no novo "patinho feio"

Por isso, o gestor George Wachsmann, responsável pela administração de mais de R$ 13 bilhões, resolveu preparar um conteúdo gratuito sobre as ações mais promissoras da Bolsa. 

Quero acessar conteúdo gratuito

São ações que nesse momento estão em estágio semelhante ao que a Magalu estava em 2015, quando custava centavos. No momento, esses papéis são “patinhos feios”, mas o gestor vê potencial de eles se tornarem cisnes no futuro.

É compreensível que você tenha receio de investir em empresas pequenas. Mas quando há fundamento por trás do modelo de negócios da empresa, é tudo questão de tempo para que o mercado perceba e a ação comece a subir.

Quero acessar o conteúdo gratuito

Restringir-se às grandonas é deixar dinheiro na mesa. Não é que Petrobras, Vale ou Itaú sejam ações ruins ou que você deve tirá-las do portfólio, mas elas já tiveram seus tempos áureos.

Quero aproveitar oportunidade

Com este tipo de papel, você busca solidez e bons dividendos. Se você estiver em busca de lucros expressivos, precisa conhecer as microcaps. 

Quero conhecer as Microcaps

Não é que toda microcap vai se tornar a próxima Magalu. As companhias precisam ter bases sólidas por trás para crescer. Infelizmente, algumas das empresas listadas na B3 podem realmente quebrar e deixar os investidores no prejuízo. 

Quero saber quais as empresas com bases sólidas

Se você quer aprender como separar o joio do trigo, então reforço o convite para acessar o conteúdo gratuito que o especialista em mercado financeiro George Wachsmann vai disponibilizar nas próximas semanas.

Quero aproveitar o momento e acessar o conteúdo grátis

O simples fato de você acessar ao conteúdo pode te colocar num patamar acima do resto dos investidores brasileiros. Porque você vai, no mínimo, se expor ao conhecimento sobre estas ações “escondidas” que não recebem tanta atenção.

Quero me diferenciar dos outros investidores

Depois de saber mais sobre o assunto, você terá mais embasamento para saber se as microcaps valem o seu investimento ou não. Imagine só se você tivesse acesso a um conteúdo como esse lá em 2015, quando Magazine Luiza ainda não tinha sido descoberta…