O que é e como usá-la para investir

Análise Fundamentalista

Você com certeza já ouviu alguém falando: “compra Petrobras porque ela está barata” em algum momento da sua vida. A pergunta é: o que define se ela está barata ou cara?

Uma das respostas é a análise fundamentalista.

Ela te ajuda a escolher ações com bom valor a um preço baixo. Uma ação está barata se ela está sendo negociada a um preço menor do que ela realmente vale.

Mas é difícil quantificar quanto vale uma empresa. É por isso que existem algumas análises para ajudar o investidor.

Vamos falar da famosa análise fundamentalista, que tem como o maior símbolo o investidor multibilionário Warren Buffett.

Ela é uma forma de avaliar um ativo na tentativa de descobrir o seu Real Valor, examinando fatores econômicos, financeiros, entre outros.

O que é Análise Fundamentalista?

Com uma boa análise, o investidor consegue encontrar ações com o valor intrínseco maior do que o preço atual do papel. Com isso, ele consegue comprar barato e, lá na frente, vender caro.

Como o preço dessas ações costuma demorar até chegar ao valor intrínseco, o investidor fundamentalista costuma investir pensando no longo prazo.

O valor intrínseco de um papel é o quanto ele deveria valer se você levar em conta todos os indicadores da empresa, a situação do segmento em que ela atua, e a situação econômica do país e do mundo.

É importante saber que o investidor não deve olhar apenas para um dos indicadores a seguir, mas sim para eles em conjunto. Cada investidor tem a sua maneira de interpretar os dados e investir.

Quando você divide o preço da empresa (número total de ações vezes o valor desse papel) pelo lucro, você obtém um importante indicador. Quanto menor o P/L, melhor.

Preço por lucro (P/L)

Não adianta uma empresa estar barata se ela não é uma boa empresa. O P/L ajuda nesse caso. Caso o preço do papel esteja baixo, mas o lucro também esteja, o P/L não vai ser muito chamativo.

O valor patrimonial é quanto os ativos (prédios, equipamentos, etc.) da empresa valem.

Preço por valor patrimonial (P/VPA)

Um P/VPA menor que 1 significa que o preço da empresa em questão no mercado é menor que a soma de todos os seus ativos.

Ele mede o quanto a empresa costuma pagar em dividendos por ano. O DY é calculado dividindo o total de dividendos pagos por ação pelo preço da ação.

Dividend Yield (DY)

Maiores Dividend Yields garantem mais dividendos para o investidor, mas não necessariamente a empresa com maior DY é a melhor a se investir.

Algumas empresas acabam pagando dividendos mesmo sem ter bons resultados financeiros. Isso acaba virando uma bola de neve e costuma acabar com uma grande desvalorização do papel no futuro.

No final do dia, você está investindo em uma empresa. É importante que ela esteja crescendo de forma saudável para que isso seja refletido no seu valor no mercado financeiro.

Por outro lado, de nada adianta investir em uma empresa se você não estiver acompanhando de perto seus investimentos e tomando as melhores decisões em cima deles.

Conheça o Real Valor e acompanhe seus investimentos da melhor forma, tudo de graça!

Baixe agora